domingo, 28 de junho de 2020

Goiana: Prefeitura justifica polêmica sobre cancelamento de R$ 2,3 milhões em licitações

A Prefeitura Municipal de Goiana enviou ao Blog uma nota sobre a polêmica envolvendo o cancelamento de R$ 2,3 milhões em licitações, ocorrida no mês de junho de 2020. O Blog veiculou uma matéria sobre o caso no dia 23/06/2020.

Os cancelamentos ocorreram na mesma semana em que a Polícia Federal realizou a operação Casa de Papel e a Polícia Civil de Pernambuco deflagrou a operação Rip Stop para investigar fraudes em licitações de prefeituras na Região Metropolitana do Recife e no Sertão.

Segue nota na íntegra.
"Em relação à matéria publicada neste blog, nesta terça-feira, sobre a Prefeitura de Goiana, a Secretaria de Comunicação vem prestar os seguintes esclarecimentos: 
- Em relação ao cancelamento das dispensas da Secretaria de Saúde: 
O cancelamento aconteceu após uma auditoria interna realizada pelo secretário Alexandre Ricardo, que originou um relatório no qual constatou, à princípio, alguns vícios formais na construção dos processos. 
Desta forma, seguindo os princípios da administração publica, os processos foram cancelados, os servidores responsáveis afastados, e foi aberto um Inquérito Administrativo para apurar a responsabilidade de cada um, bem como, o controle interno já comunicou o ocorrido ao TCE, encaminhando todos os documentos para conhecimento, pois, todas as ações Prefeitura de Goiana são realizadas de forma transparente junto aos órgãos de controle externo. 
- Em relação à contratação de um telão: 
Com o crescente número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus em todo o mundo e a confirmação dos primeiros casos no nosso Município, o Governo Municipal, por meio da Secretaria de Comunicação (Secom), intensificou a divulgação de medidas preventivas para evitar a propagação da Covid-19. 
As informações são divulgadas nas plataformas digitais e nos meios de comunicação tradicionais. A comunicação integrada segue o padrão de transmídia, que padroniza os dados e os distribui para os veículos de imprensa – rádios, tevês, sites, blogs e impressos – e promove a divulgação nos canais oficiais do governo, como intranet, sites e redes sociais. O telão contratado pela Prefeitura se insere neste contexto de divulgação de informações importantes para combater a disseminação do novo coronavírus".
Saiba mais:
TCE/PE determina suspensão de mais três licitações da Prefeitura de Goiana. R$ 13 milhões em obras estão sendo investigadas
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-