sábado, 25 de março de 2017

Polícia: Empresário pede ajuda à PRF para consertar pneu e acaba preso por estupro

Segundo a PRF, o empresário, que estava foragido, é condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável ocorrido em 2013

Um empresário foi preso, na madrugada desta sexta-feira (24), em um trecho da Rodovia BR-101, no município de Caaporã, no Litoral Sul da Paraíba, após ser identificado como um condenado por estupro. A prisão aconteceu quando o pneu do carro dirigido pelo empresário da construção civil, Carlos Humberto Pereira Machado, de 51 anos, furou e ele pediu ajuda a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que o identificou e cumpriu mandado de prisão.

O estupro cometido pelo empresário ocorreu em 2013 contra um menor de 14 anos. O empresário estava foragido desde 2014, quando foi preso pela última vez, mas conseguiu fugir. 

“Uma equipe foi até o local e encontrou os ocupantes apreensivos, pois eles disseram que talvez tenham sofrido uma tentativa de assalto. Como de costume, os policiais pediram as identificações deles; dois homens, sendo pai e filho, e uma mulher. E foi assim que os agentes da PRF descobriram que havia um mandado de prisão contra o condutor pelo crime de estupro de vulnerável”, informou a PRF.

Preso, o empresário, condenado a 12 anos de prisão, foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Alhandra, onde está a disposição da Justiça.

Com informações do PortalCorreio/BlogdoAndersonPereira
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-