quinta-feira, 16 de maio de 2019

Fundada em 1899: Klabin comemora 120 anos de história

Pautada pela inovação, resiliência e superação, a Klabin está celebrando 120 anos. A empresa brasileira possui uma trajetória de sucesso, iniciada ainda no século 19 e que tem como novo capítulo o recente anúncio de um ciclo de expansão, que contará com o maior investimento da história da empresa, R$ 9,1 bilhões para a construção de duas máquinas de papel para embalagens em Ortigueira (PR), que aliará tecnologia de ponta a uma experiência centenária. Ao longo das últimas décadas, a companhia tem demonstrado sua capacidade de crescimento e transformação, premissas que tornaram a Klabin a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, líder nos segmentos de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais e única companhia do País a oferecer ao mercado uma solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff.

A história da empresa, que teve início em 1899, após a chegada de seus fundadores e controladores – Klabin Irmãos e Companhia – ao Brasil, conta com importantes marcos, como a aquisição, em 1934, da Fazenda Monte Alegre, no Paraná, onde foi construída a primeira fábrica integrada de papel e celulose do Brasil. Em 1947, o mercado interno de papel imprensa passou a ser atendido, pela primeira vez, por uma empresa nacional, a Klabin.

Nas décadas de 1950 e 1970, a companhia iniciou um ciclo de expansão, com a instalação de unidades fabris nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste. Em 1998, a empresa foi a primeira do setor de papel e celulose das Américas a ter suas florestas certificadas pelo FSC® - Forest Stewardship Council® FSC-C022516.

Já no início do século 21, a companhia direcionou seus esforços para o segmento de papéis para embalagens e ampliou significativamente a capacidade de produção de papéis da Unidade Monte Alegre, em Telêmaco Borba (PR). Em 2016, a companhia inaugurou uma das mais modernas fábricas de celulose do mundo, a Unidade Puma, em Ortigueira (PR). E em 2017, a companhia construiu um moderno Centro de Tecnologia para fortalecer as suas frentes de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação.      
Klabin no Pernambuco

O Estado de Pernambuco tem um papel estratégico na história de Klabin. Para atender o mercado de embalagens das regiões Norte e Nordeste do País, foi construída pela companhia, em setembro de 1967, a Papelão Ondulado do Nordeste S.A. (PONSA), que futuramente passou a ser conhecida como Unidade Goiana. O projeto tinha como proposta a produção de papelão ondulado e papel a partir de aparas próprias e bagaço de cana, matéria-prima abundante na região devido ao plantio de extensos canaviais realizado por usineiros. Em 2013, a Unidade foi ampliada e recebeu a instalação de novas máquinas, onduladeiras e impressoras e aumentou sua capacidade de produção. Hoje, a fábrica produz sacos industriais, papel reciclado e embalagens de papelão ondulado.

Pautada pela sua Plataforma de Investimento Social Privado, a Klabin mantém uma série de iniciativas nas localidades onde atua, visando gerar impacto positivo e promover o relacionamento com as comunidades vizinhas as suas operações. As ações priorizam quatro linhas de atuação: educação, desenvolvimento local, educação ambiental e desenvolvimento cultural. Em Pernambuco, a companhia mantém diversos projetos, entre eles, o Fórum de Desenvolvimento da Comunidade em Goiana.

A Klabin organiza o Fórum desde 2017, que tem como principal objetivo estimular o protagonismo de seus munícipes no aperfeiçoamento local sustentável. O fórum conta com a aplicação do Índice de Progresso Social (IPS), da Universidade de Harvard, que faz um profundo e minucioso diagnóstico do nível de desenvolvimento local, incluindo qualidade de vida, com indicadores personalizados. Os resultados desse mapeamento direcionaram a criação de um plano de ação, que tem como prioridade: educação, emprego e renda, cultura e turismo – também relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da ONU.

Na região, a companhia ainda mantém o projeto Crescer Lendo, em parceria com a ONG United Way Brasil e o Instituto Avisa Lá, que tem como propósito incentivar a leitura na sala de aula para crianças de até seis anos. O Crescer Lendo envolve desde a capacitação de profissionais de ensino, doação de cantinhos de leitura e uma oficina destinada aos pais, alunos e voluntários. 

A história de superação, visão de futuro e inovação, atributos que pautam os negócios da companhia desde a sua inauguração até os dias atuais, consolida a atuação da Klabin nos mercados interno e externo. Hoje, a empresa possui 18 unidades industriais, sendo 17 no Brasil e uma na Argentina, conta com aproximadamente 19 mil colaboradores diretos e indiretos, tem capacidade de produção anual de 3,5 milhões de toneladas de papel e celulose, e exporta seus produtos para mais de 70 países.

De olho nos próximos anos e ciente de que os produtos derivados de florestas plantadas são protagonistas de um futuro sustentável e mais eficiente, a empresa lançou o seu novo posicionamento: “Transformar o futuro é a nossa matéria-prima”. O conceito é inspirado em seu poder transformador e no compromisso com a geração de valor compartilhado, com o objetivo de contribuir para a construção de um futuro melhor.

Sobre a Klabin

A Klabin é a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, única companhia do país a oferecer ao mercado uma solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff, e líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais. Fundada em 1899, possui 17 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina.

Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. A Klabin integra, desde 2014, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da B3. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

Saiba mais: www.klabin.com.br

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-