sábado, 14 de janeiro de 2017

Goiana: Sem salário, 13º, férias e cestas básicas, funcionários da AGRIMEX deflagram paralisação

Categoria protesta contra os atrasos de salário e direitos trabalhistas

Funcionários da Companhia Agro Industrial Mercantil Excelsior (Agrimex), do Grupo João Santos, deflagraram uma nova paralisação na manhã desta sexta-feira (13), no município de Goiana, na Mata Norte de Pernambuco. Os trabalhadores decidiram iniciar uma paralisação por tempo indeterminado contra os atrasos dos direitos trabalhistas e salário. Cerca de 360 trabalhadores foram afetados pelos atrasos.

Leia também:
Sem salários, funcionários da Usina Santa Tereza deflagram greve

Segundo informações dos trabalhadores da unidade florestal, a decisão de iniciar a paralisação foi tomada após inúmeros atrasos nos pagamentos e a empresa só afirmar que não possuía condições financeiras para arcar com as obrigações trabalhistas. A AGRIMEX estaria devendo o salário referente ao mês de dezembro de 2016, férias, 2ª parcela do 13º e cinco cestas básicas.

"A paralisação é a consequência da omissão da empresa, pois a diretoria não responde os nossos questionamentos e sequer informa uma data exata para recebermos. Eles estão nos devendo o salário, 13º, férias e cestas básicas, e só falam que não tem dinheiro. Como assim?", disse um dos funcionários que aderiram a paralisação.

O Sindicato da categoria foi ao local e conseguiu uma reunião com a diretoria e uma comissão de funcionários, onde a empresa confirmou que não tinha condições financeiras para efetuar o pagamento, contudo, poderia ver a possibilidade do parcelamento da dívida a partir da próxima segunda-feira (16). Uma nova reunião será marcada.

5 Comentários:

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-