sexta-feira, 19 de junho de 2015

Automóveis: FIAT reapresenta conceito de nova picape média

Prevista para chegar ao mercado em dezembro, picape terá mesmas motorizações do Jeep Renegade e estilo bem diferente do conceito FCC4

A Fiat apresentou nesta quinta-feira (18), no Salão de Buenos Aires (Argentina) o conceito de sua futura picape média, batizado de FCC4. Com previsão de chegar ao mercado até dezembro, o utilitário será fabricado na planta de Goiana (PE), de onde sai também o Jeep Renegade. Por isso o modelo será equipado com as mesmas motorizações do jipinho: 1.8 E.torQ e 2.0 Multijet turbodiesel, tal como os câmbios de cinco marchas manual e os automáticos de seis e nove velocidades.

O compartilhamento de peças com o Renegade também é esperado, já que utilitários têm plataformas parecidas. A picape de código 226 se vale da parte dianteira da base do jipinho, enquanto a porção após a coluna C é original. A tração 4X4 também será a mesma Selec-Terrain que equipa o Jeep.

A montadora italiana confirmou, ainda, que a fábrica pernambucana dará origem a mais um veículo Fiat. A expectativa é de que o produto seja um SUV, parte de uma linha que derivará da picape 226 em Goiana. Lá será produzido também um novo modelo da Jeep, que substituirá o Compass conforme adiantou Autoesporte.
Design, espaço e mercado
Conforme as nossas projeções feitas por Autoesporte, a picape de produção tem um estilo que evoca muito o crossover Cherokee. Estão lá elementos como os faróis divididos e o teto com perfil ousado. Atrás, além das lanternas estreitas, a picape chama atenção pela tampa dividida em duas partes.

Segundo uma fonte ouvida por Autoesporte, o utilitário repetirá a ousadia no interior que, além de espaço para cinco adultos, investirá pesado no acabamento para concorrer em uma fatia de preço projetada entre R$ 70 mil e R$ 115 mil. Estará na medida para enfrentar a concorrência do Renault Duster Oroch, previsto para custar entre R$ 65 mil e R$ 75 mil, e também das picapes médias.
Além de porte na casa dos 5 metros de comprimento, a picape 226 vai contar com um preço agressivo para um utilitário a diesel, enquanto os utilitários top de linha movidos a esse combustível costumam chegar aos R$ 150 mil. Ao olhar para as linhas arrojadas antecipadas com a apuração do nosso caçador de segredos, Marlos Ney Vidal, muito vão achar diferente dos flagras da picape. É que essas são as linhas finais de produção, enquanto os modelos flagrados são mulas que se valem de peças de outros carros.
AutoEsporte

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-