quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Meio Ambiente: Goiana é município pernambucano com mais desmatamento

Levantamento mostra que, apesar da degradação, cidades pernambucanas desmatam pouco

A Fundação SOS Mata Atlântica lançou, nesta quarta-feira (17), o atlas dos municípios da mata Atlântica, levantamento com os dados mais recentes sobre a situação ambiental das cidades do Nordeste. De acordo com o estudo, Goiana é o município de Pernambuco com maior desmatamento no período de 2012 a 2013. Ao todo, foram 44 hectares de mata destruídos. Logo em seguida, vêm os municípios Itambé (29 hectares) e Abreu e Lima (18).

Tais números não são nada alarmantes, se comparados aos das cidades com vegetação mais degradada. O estudo aponta a cidade de Manoel Emídio, no Piauí, como a líder em desmatamento: foram 3.134 hectares destruídos. A segunda colocada em agressão à mata atlântica também é piauiense: Alvorada de Gurguéia, com 2.491 hectares. Apesar do cenário negativo, é do Piauí as cidades que mais preservam: Tamboril do Piauí e Guaribas, ambas com 96% de vegetação natural.

Segundo o estudo, a preservação está ligada à existência do Parque Nacional da Serra das Confusões, unidade de conservação da área. Realizada em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o atlas também apresenta o dado de que as cidades baianas de Cândido Sales e Encruzilhada foram as que mais desmataram no período entre os anos 2000 a 2013; 5.531 e 4.944 hectares, respectivamente.

LeiaJa

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-