sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Direito à moradia: Famílias de Goiana vão ser beneficiadas com regularização fundiária

Aproximadamente 200 famílias da Vila Castelo Branco, em Goiana, terão os terrenos onde estão localizados seus imóveis regularizados. O anúncio foi feito pelo diretor-presidente da Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab), Bruno Lisboa, durante reunião com a comunidade na noite desta quinta-feira (12). A regularização fundiária é uma garantia aos seus ocupantes, promovendo o direito à moradia, o desenvolvimento das funções sociais da propriedade e o equilíbrio do meio ambiente.
“É um instrumento que traz segurança jurídica para as famílias que terão a escritura definitiva do terreno onde vivem”, disse Bruno Lisboa. “Todo o processo será feito pela CEHAB e não terá custo algum para os beneficiários. Vamos viabilizar toda a documentação sem que as famílias precisem desembolsar um centavo”, afirmou.

Ainda este mês começam os serviços de topografia na comunidade para que seja elaborado um raio-x da área a ser regularizada. A dona de casa Luzinete de Souza, de 64 anos, disse ter esperança de que em breve receberá a escritura do seu terreno. “Estou confiante de que agora teremos nossa documentação, não é conversa fiada, é realidade. Percebemos que o diretor está empenhado e preocupado com a gente”, declarou.
Está marcado para o dia 15 de janeiro um novo encontro com as famílias da Vila Castelo Branco para avaliar o andamento do trabalho de regularização. Equipes de apoio jurídico e social da CEHAB também estão envolvidas na ação e a previsão é de que até o final do primeiro semestre de 2020 os primeiros títulos de posse sejam emitidos.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-