segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Pernambuco: Cerca de 50 cegonheiros continuam parados na orla de Recife

Eles ocupam as faixas de estacionamento em protesto contra a contratação de profissionais de outros estados para o escoamento da produção da Jeep-Fiat, em Goiana, na Mata Norte

Cerca de 50 caminhões-cegonha permanecem estacionados entre a orla de Piedade e a de Boa Viagem, na Zona Sul, na altura do Hospital da Aeronáutica e da Antônio Falcão, aguardando o Governo do Estado atender o pedido de reunião com os diretores do movimento. Eles ocupam as faixas de estacionamento em protesto contra a contratação de profissionais de outros estados para o escoamento da produção da Jeep-Fiat, em Goiana, na Mata Norte.

Os veículos saíram do Centro do Recife na madrugada do sábado (12) e se juntaram aos demais que já estavam por lá. Eles atenderam a decisão da Justiça de saírem das ruas do Centro nas últimas 72h.
Segundo informações da assessoria de imprensa do Sindicato dos Transportadores Autônomos e Micro Empresas de Veículos Congêneres do Estado de Pernambuco Cegonheiros (Sintraveic-PE), na última segunda-feira (7) foi protocolado um pedido de audiência com o Governador e, assim, eles continuaram parados até serem ouvidos.

Próximo ao semáforo que dá acesso à Av. Armindo Moura, o enfileiramento de carros é maior do que em relação aos outros pontos. Já em frente ao Parque Dona Lindu, banhistas se preocupavam com o número de vagas ocupado pelos caminhões. “A gente fica pensando nos horários de pico, porque eles estão em quatro vagas, pelo menos, mas também no direito deles de reivindicar”, ponderou a esteticista Ana Ferreira, que mora em Boa Viagem.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-