sexta-feira, 2 de junho de 2017

Polícia: Acusado de arrombamentos e furtos em casas de veraneio é preso em Ponta de Pedras

Ele também está sendo investigado por tráfico de drogas e envolvimento em homicídio

Um indivíduo acusado de arrombamentos e furtos em casas de veraneio na praia de Ponta de Pedras, em Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, foi preso na madrugada desta quinta-feira (01). O criminoso foi preso durante ação conjunta realizada por Policiais Militares da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar e Policiais Civis da 44ª Delegacia de Goiana e 16ª Delegacia de Homicídios de Goiana, sob o comando do Tenente Coronel Robson Cordeiro, Major Guerra e delegados Thiago Uchoa e Altemar Mamede, respectivamente. Além dos assaltos, ainda pesa contra ele denúncias de tráfico de drogas na região e a suspeita de envolvimento em homicídio.

Segundo informações obtidas pelo Blog do Anderson Pereira, José Rodrigo Maia da Conceição, o "Mimo", de 22 anos, era o responsável pelas investidas nas residências. Um adolescente de 17 anos e duas mulheres de 23 e 24 anos também foram detidos por suspeitas de participarem dos crimes. Os materiais apreendidos foram localizados em uma residência onde "Mimo" controlava, em uma área conhecida como "Subida do Macaquinho", no Loteamento Nossa Senhora da Conceição. Na ocasião, eles estavam com aparelhos de DVD e outros eletrodomésticos de origem duvidosa. Além dos materiais, também foi apreendido um revólver especial calibre 38 de cano curto com cinco munições do "Mimo". De acordo com a polícia, a arma localizada seria a mesma utilizada para a prática do homicídio de uma pessoa conhecida por "CÓ".

A ação contou com a participação do GATI, Serviço de Inteligência (NIAZM-2), ROCAM e GT's 11311, 11312, 11315 e 11316.

O grupo e os objetos apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Goiana, onde vítimas de arrombamentos e furtos a residências podem comparecer para identificar seus pertences e eventualmente fazer o reconhecimento dos indivíduos para ajudar a Polícia a cumprir sua função de garantir a prisão.

José Rodrigo foi recolhido para a Cadeia Pública de Goiana, onde permanecerá à disposição da justiça. Os demais assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e responderão em liberdade, mas continuarão sendo investigados. 

0 Comentários:

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-