quarta-feira, 12 de abril de 2017

Investimento: Goiana receberá Centro de Distribuição pelo Prodepe

Ibrap Indústria Brasileira de Alumínio e Plásticos S/A se instalará na cidade.

A 97ª Reunião do Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic), realizada na manhã desta terça-feira (11), anunciou a aprovação de 42 novos projetos no Programa de Desenvolvimento do Estado (Prodepe), que concede incentivos fiscais para atrair investimentos para Pernambuco. Serão contemplados os municípios do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Caruaru, Ipojuca, Escada, Cabo de Santo Agostinho, São José do Egito, Araripina, Lagoa do Itaenga, Arcoverde, Abreu e Lima, Pombos, Carpina, Tabira, João Alfredo, São Lourenço da Mata, Goiana, Orobó e Petrolina.

Na área industrial, há uma previsão de investimentos de R$ 201.215.649,77 para projetos de natureza de implantação, ampliação com nova linha de produtos e isonomia, com geração direta de 1.030 empregos. Os incentivos anuais somam R$ 59.246.432,50 para a produção de insumos.

O diretor-presidente em exercício da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), Aymar Soriano, comentou sobre a atração de investimentos. “Continuar a atrair investimentos para Pernambuco, em tempos de crise, torna-se essencial para que o Estado possa se restabelecer e criar importantes políticas que fortaleçam a economia da Capital e dos municípios do Interior”, afirmou.

No setor de importação, onze empresas movimentarão em torno de R$ 463.556.692,55 em cargas para ampliação e implantação de novas linhas de produtos, com faturamento previsto de R$ 557.199.063,59. Já na área de logística, serão implantados dois novos Centros de Distribuição: o da Ibrap Indústria Brasileira de Alumínio e Plásticos S/A, em Goiana, e o da Tangará Importadora e Exportadora S/A, em Arcoverde. O Centro de Distribuição da Dampeças LTDA., em Petrolina, será ampliado. O faturamento anual previsto é de R$ 47.406.566,16 e a estimativa de compras e transferências anuais é de R$ 34.430.266,18.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado de Pernambuco e vice-governador, Raul Henry (PMDB), ressaltou a necessidade de atrair os investimentos. "Esta primeira reunião do Condic, em 2017, traz números representativos, como a geração de mais de mil empregos diretos e investimentos que somam mais de R$ 200 milhões no setor industrial, o que demonstra que o Estado está tomando uma postura acertada em sua política de desenvolvimento econômico. Estes são números que animam a nossa economia e apontam para uma breve estabilização da mesma”, disse.

FolhaPE
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-