quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Polícia: Após transferência de chaveiro, detentos promovem rebelião na Cadeia Pública de Goiana

De acordo com Major Evangelista, os presidiários ficaram revoltados com transferência. Eles queimaram seus colchões e quebraram celas; não houve mortes nem fugas.

A Polícia Militar de Pernambuco (3ª Companhia Independente de Goiana) informou, no início da tarde desta quarta-feira (19), que detentos participaram de um motim na Cadeia Pública de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. O comandante da Companhia Independente que atua na região, Major Marcos Evangelista, disse que os presidiários queimaram colchões e destruíram celas da unidade. Foram apreendidos inúmeras pedaços de madeira com pregos, cabos de vassoura, barras de ferro e facas artesanais.

O motim começou por volta das 13h. A companhia e o Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati), sediado em Nazaré da Mata, na mesma região, além dos agentes da Secretaria Executiva de Ressocialização (SERES) foram acionados. Segundo o major Evangelista, os detentos se revoltaram por causa da transferência de um dos apenados, levado para o Presídio de Limoeiro, no Agreste, por determinação da Justiça.

Na ação para conter os rebelados, a PM teve que usar armas não letais. Não há informações sobre feridos. Não houve fugas nem mortes. O problema já está controlado, segundo o major.

Com informações do G1 / BlogdoAndersonPereira

1 Comentários:

Sergio França disse...

Estou emocionado eles se tornaram uma família e se revoltaram por que um deles foi transferido,precisamos fazer uma cotinha para restituirmos os colchoes queimados.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-