sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Política: Edval Soares é a segunda via do grupo de Fred Gadelha em Goiana, diz Magno Martins


Temerosos com o iminente fim da atual administração municipal e a falta de perspectiva de futuro político para o prefeito de Goiana, Fred Gadelha, que ostenta enorme índice de rejeição, figuras importantes que dão sustentação ao governo já possuem um "plano B", Edval Soares.

Vereadores da base governistas e fornecedores do atual governo, com a anuência do prefeito, articulam nos bastidores um grande balão de ensaio. Estão inflando uma possível candidatura de Edval pelo PR, partido do vereador Rabicó que é membro da tropa de choque do governo Fred Gadelha na Câmara Municipal. No entanto, Edval que já foi derrotado três vezes em eleições para prefeito e duas vezes para deputado estadual, atualmente está sem partido.

Em rodas de conversas com alguns vereadores, chega-se a comentar abertamente que Fred ainda não autorizou Rabicó a filia-lo no PR. Ou seja, caso o balão de ensaio não suba, a velha raposa política estará fadada a assistir a eleição municipal de 2016 do terraço de sua casa.

O plano do grupo de Fred para se perpetuar no poder é tão elaborado que já colocam Marcílio Régio como seu possível vice-prefeito, ainda que o mesmo seja casado com Ana Silveira, vereadora da base governista que sempre defendeu com unhas e dentes a administração de Fred Gadelha.

Marcílio, inclusive, teria sido perguntado por um conhecido articulador político do município, famoso por não guardar segredos, sobre a incoerência de sua aliança oportunista com Edval, uma vez que sempre se beneficiou do atual governo e que no passado, mais precisamente em 2006, teve o seu mandato como vice-prefeito cassado por uma ação na justiça impulsionada por Edval. Marcílio primeiro sorriu demoradamente, depois tragou seu cigarro e com uma expressão mais séria, até certo ponto enigmática, teria respondido que “talvez esteja na hora de eu dar o troco a ele”.
Fonte: Blog do Magno Martins/Blogdo

7 Comentários:

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-