quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Polícia: Acusados de arrombarem estabelecimentos comerciais em Goiana são presos na Paraíba


Eles são acusados de integrar quadrilha interestadual especializada em roubos a estabelecimentos comerciais

A Polícia Civil da Paraíba, por meio do Grupo de Operações Especiais (GOE), prendeu na tarde dessa terça-feira (8), dois homens acusados de crime de receptação de produtos roubados. João Roberto de Oliveira Alves Agra, de 23 anos, e Bruno de Araújo Costa, de 21 anos, foram abordados pela equipe de investigadores do GOE em uma casa no bairro de Mussumago, na zona Sul de João Pessoa, e foram presos em flagrante. Eles são apontados pela polícia de integrar uma quadrilha interestadual especializada em roubos contra estabelecimentos comerciais em Pernambuco.

Na ação foram apreendidos diversos televisores, aparelhos celulares, sons automotivos, cerca de R$ 13 mil em espécie e ainda outros materiais. Os produtos foram roubados de vários estabelecimentos comerciais, dentre eles, do Armazém Paraíba e da Lojas Americanas, no centro do município de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Durante coletiva de imprensa na sede do Grupo de Operações Especiais, a delegada adjunta do GOE, Karina Torres, a especializada recebeu várias denúncias sobre a atuação de um bando que planejava e executava assaltos a estabelecimentos comerciais na Paraíba e em Pernambuco.

"Nós recebemos informações avisando da presença da dupla em uma casa alugada no bairro do Mussumago, na Zona Sul de João Pessoa. Ao encaminharmos uma equipe de investigadores do GOE até o local, nós prendemos em flagrante João Roberto e Bruno de Araújo com vários produtos que provavelmente são frutos de roubo, de duas lojas de Goiana, em Pernambuco. Nós vamos investigar se existem mais envolvidos e continuar as diligências", ressaltou a delegada.

Os dois foram ouvidos e apresentados à imprensa pelo delegado titular do GOE, Allan Terruel, e depois encaminhados para o Presídio do Roger, em João Pessoa, onde vão ficar aguardando a decisão da Justiça.

1 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-