domingo, 19 de julho de 2015

Polícia: Cidades da Mata Norte estão sem delegados

Alguns municípios da zona da Mata Norte de Pernambuco estão sem delegados titulares há mais de uma semana. Cidades como Goiana, Nazaré da Mata, Buenos Aires e Lagoa de Itaenga tiveram seus respectivos delegados escalados oficialmente pelo Governo do Estado para um plantão provisório de 30 dias em Nazaré da Mata e foram afastados de suas delegacias. Enquanto isso, os procedimentos administrativos e investigativos pararam abruptamente. É perceptível que a ausência de titulares contribui para a notória má qualidade do inquérito policial e, consequentemente, os criminosos ficam à solta, sem a devida punição.

Além disso, diversos policiais civis da Mata Norte denunciaram o acúmulo de alugueis vencidos dos prédios locados, desvalorização salarial, viaturas danificadas, armas sucateadas, coletes vencidos, e até a falta de materiais de limpeza e de escritório. Os policiais também denunciaram que apenas um agente é escalado para permanecer em plantões de 24 horas. Eles sozinhos, são responsáveis por uma delegacia que possui viaturas, diversos equipamentos de trabalho, documentos, materiais apreendidos e armas de fogo.

E não para por aí. Como agora os delegados titulares não estão mais presentes em suas Delegacias, as guarnições da 3ª Companhia de Polícia Militar de Pernambuco terão que se dirigir até o município de Nazaré da Mata, e a área de atuação daquela viatura ficará descoberta durante o período de locomoção para outra cidade. No momento apenas seis viaturas estão disponíveis para a população de Goiana, Itaquitinga, Condado e Itambé, pois duas viaturas estão danificadas. Assim fica difícil prestar um serviço de qualidade à população que anseia por uma reação positiva do Estado em combate ao nível crescente de criminalidade no entorno de Goiana.

Perguntado pelo Blog do Anderson Pereira sobre as ações que o Governo do Estado poderia realizar à curto prazo sobre o descaso na Mata Norte - durante uma audiência pública sobre segurança pública realizada no dia 13/07 na Câmara Municipal de Goiana -, o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, não teve respostas coerentes e objetivas sobre a problemática.

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-