sábado, 18 de abril de 2015

Religião: Prefeito Fred Gadelha promove 1ª Caminhada dos Terreiros de Goiana‏

A história do Brasil foi construída a partir da presença e da intervenção marcantes dos povos trazidos de África para nosso território. Por três Séculos, essa população condicionada à escravidão teve subjugados e confiscados seus direitos mais básicos e inerentes, principalmente a religião.

Diante dessa dívida histórica com a comunidade afrodescendente e por ser Goiana a primeira cidade pernambucana a abolir a escravidão, a Prefeitura de Goiana, através da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Artístico Cultural, está promovendo a 1ª Caminhada dos Terreiros, em defesa do respeito e igualdade.

Na programação, que começa dia 29 (quarta-feira), serão exibidos filmes com a temática afro religiosa no Cine Polytheama, às 15h e às 19h. Na quinta-feira (30), a cerimônia começa com a realização da Audiência Pública, na Câmara de Vereadores, onde serão tratados temas relativos aos direitos da população afro.

A partir das 16h, os povos de terreiros saem em caminhada simbólica pelas ruas de Goiana em direção à Praça João Pessoa, onde será plantada uma muda de Iroco, árvore sagrada que no Brasil é conhecida por gameleira.

Segundo Sérgio Ricardo, Diretor do recém-criado Departamento de Políticas Afrodescendente da Prefeitura de Goiana, a 1ª Caminhada dos Terreiros não é apenas um movimento religioso, mas também, de cunho sociopolítico. “A intolerância religiosa é uma mácula que não atinge só as religiões de matrizes afro. Atualmente é possível acompanhar manifestações de ódios atingindo várias igrejas cristãs”, disse ele.

A 1º Caminhada de Terreiros, que irá homenagear Mãe Tota de Ogum Naruê, uma das mais antigas ialorixás de Goiana, pretende convidar a população para dialogar sobre o respeito e a importância da fomentação cultural e religiosa de matriz africana em nosso município e contará com a participação de lideres de várias religiões. Contato: Sérgio Ricardo (81) 7324-0980.

Secom

2 Comentários:

Liberdade de expressão! disse...

Já era tempo de alguém tomar a iniciativa de ensinar que vivemos em um Estado laico e que se deve respeitar todas as religiões e seus seguidores. Parabenizo aos goianenses engajados nesse evento.

m disse...

È melhor você se preocupar com a maioridade penal, enquanto o país não tomar nenhuma precaução sobre isso, você será mais uma vítima dessas crianças que tem o direito de votar!!!!. (Liberdade de expressão! não disse nada, apenas apelou pela sua religião.)

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-