segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Eleições 2018: Bolsonaro (46%) e Haddad (29%) disputarão 2º turno para presidente

Após resultado, candidato do PSL questionou segurança das urnas; petista chamou atenção para 'riscos' que a democracia corre

Brasileiros foram às urnas neste domingo para eleger 513 deputados federais, 1.059 deputados estaduais, 54 senadores, 27 governadores e um presidente da República nas eleições de 2018. Na disputa pela Presidência, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) se enfrentarão no segundo turno.

Em seu pronunciamento após o resultado, o candidato do PSL questionou a segurança das urnas: “Se tivéssemos confiança no voto eletrônico, já teríamos o voto do futuro presidente da República decidido no dia de hoje”, disse, em vídeo publicado em suas redes sociais.

Já Haddad, em seu comitê em um hotel em São Paulo, reconheceu que o cenário daqui para frente é desafiador. “Os resultados são bastante expressivos e me fazem atentar para os riscos que a democracia corre”, disse.

Bolsonaro obteve 46% dos votos, enquanto Haddad obteve só 29%.
Presidente

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, foi o mais votado em 16 estados e no Distrito Federal. O capitão reformado do Exército ficou atrás de Fernando Haddad (PT) nos oito Estados do Nordeste e no Pará. Ciro Gomes (PDT) liderou a disputa no Ceará, seu berço político.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-