sábado, 21 de outubro de 2017

Polícia: Ônibus com estudantes é sequestrado em Itambé. Elemento ainda abusou de uma passageira

De acordo com a polícia, o criminoso ainda teria estuprado uma das passageiras e ameaçou dar um murro nela.

Um ônibus que levava estudantes de Itambé, na Zona da Mata de Pernambuco, para o município de Timbaúba, também na Zona da Mata, foi sequestrado por um criminoso armado na noite desta sexta-feira (20). A Polícia Militar foi acionada e fez buscas até encontrar o veículo.

De acordo com a 3ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), o veículo, que levava cerca de 20 universitários, foi localizado no município de Pedras de Fogo, no Litoral Sul da Paraíba, cidade vizinha de Itambé. Os passageiros contaram que um homem não identificado entrou no veículo na Rua Manoel Guedes Corrêa Gondin, por volta das 18h30. Após deixarem a cidade, ele anunciou um assalto e começou a ameaçar os presentes dizendo que possuía uma arma. A PM recebeu o chamado do sequestro e até chegou a perseguir o ônibus por alguns quilômetros, mas só conseguiu interceptar o transporte na PB-030, já na Paraíba. Quando o ônibus parou, quase virando na rodovia, o criminoso correu para a mata próxima e conseguiu fugir.

Ainda de acordo com a PM, não houve feridos, mas uma estudante foi abusada sexualmente pelo elemento, que mediante ameaças de dar um murro nela forçou um beijo e acariciou os seus seios. Ele também teria ameaçado e roubado pertences do motorista do veículo. Toda a ação durou cerca de 3 horas.

O crime será investigado pela 44ª Delegacia de Polícia de Goiana. Até o momento, ninguém foi preso.

Ônibus assaltado na Mata Norte

Um ônibus que transportava estudantes foi alvo de uma quadrilha armada na cidade de Aliança, na Mata Norte de Pernambuco, no final da noite da última terça-feira (17). De acordo com a Polícia, as vítimas voltavam da aula quando foram surpreendidos pelos criminosos. Celulares, bolsas e documentos foram levados das vítimas.

Com informações da FolhaPE / JCOnline
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-