quinta-feira, 15 de junho de 2017

Polícia: Quadrilha acusada de assaltos à mão armada e homicídios é presa

Além do assalto a uma farmácia, os elementos também foram reconhecidos como sendo autores de vários roubos e homicídios na cidade

Policiais Civis da 46ª Delegacia de Timbaúba, com apoio dos policiais civis em serviço na Operação Força no Foco e sob o comando do delegado Rodolfo Lima Cartaxo, prenderam, na manhã desta quarta-feira (14), uma quadrilha de assaltantes constituída de um adulto e três menores infratores, no município de Timbaúba, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Segundo informações obtidas pelo Blog do Anderson Pereira, após denúncias da presença de uma quadrilha reunida em um sítio conhecido por "Escalvada", os policiais se dirigiram ao local informado e conseguiram prender os elementos de posse de vários objetos roubados. Foram presos três adolescentes, além do adulto Odaciano Otávio da Silva, vulgo "Coroa", que conseguiu fugir inicialmente da ação policial, porém foi capturado após buscas no entorno. Também foram apreendidos um revólver calibre 38 com seis munições, uma espingarda calibre 12 com uma munição, duas motos roubadas, uma balança de precisão e várias sacolas plásticas para embalar drogas. Um dos menores estava foragido do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE Timbaúba) desde o dia 05/06/2017, quando foi liberado para estudar e não retornou. E Odaciano encontrava-se foragido do Presídio de Canhotinho.

O delegado Rodolfo Lima Cartaxo afirmou que os adolescentes haviam praticado um roubo ao escritório da "Farmacenter" horas antes. Além deste assalto, os elementos apreendidos foram reconhecidos como sendo autores de vários roubos e homicídios ocorridos na cidade.

Eles foram autuados em flagrante delito por roubo, posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Após a lavratura dos procedimentos de praxe, os adolescentes foram apresentados ao representante do MPPE (Ministério Público de Pernambuco) de Timbaúba. E Odaciano será apresentado em audiência de custódia.

BlogdoAndersonPereira
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-