domingo, 14 de maio de 2017

Polícia: Após ameaçar família de ex-companheira, homem é morto pelo ex-cunhado

ATENÇÃO! HAVERÁ A SEGUIR IMAGENS DO LOCAL DA OCORRÊNCIA.
SÃO CENAS FORTES E NÃO DEVEM SER VISTAS E NEM COMPARTILHADAS POR MENORES E PESSOAS SENSÍVEIS
Na noite deste sábado (13), um homem foi morto pelo ex-cunhado após ameaçar a família da sua ex-companheira, no município de Condado, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. O crime ocorreu na Rua Severino Ramos Correia, no Centro, por volta das 18h30. O acusado continua foragido.

Segundo informações apuradas pelo Blog do Anderson Pereira, após denúncias de populares sobre uma briga entre dois homens, a PM seguiu para o local e encontrou uma pessoa morta, identificada por Everaldo Rodrigues Pessoa. Testemunhas alegaram que Everaldo estava ameaçando de forma constante sua ex-companheira e a família dela, mas ontem, após uma intensa briga com seu ex-cunhado José Carlos da Silva Filho, o crime ocorreu. O pai do acusado relatou que após a separação de sua filha com Everaldo, a vítima vivia ameaçando não só ela, como também todos os seus familiares. E como os dois moravam muito próximos, a cerca de 20 metros, tais ameaças eram ainda mais frequentes, vindo a desencadear o fato. Everaldo era ex-presidiário e respondia pelos crimes de roubo e violência doméstica, além de tentativa de homicídio contra seu próprio pai. Everaldo foi morto com vários golpes de facão na nuca e pescoço. O facão utilizado no homicídio foi apreendido.

Policiais Militares da GT11321 da 3ª Companhia Independente de Goiana iniciaram diligências para captura do autor do crime, mas sem êxito.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), no Recife.

Policiais Civis da Equipe de Investigação da 53ª Delegacia de Condado, sob o comando do delegado Rommel Ricardo, investigam o caso.

BlogdoAndersonPereira


ATENÇÃO! HAVERÁ A SEGUIR IMAGENS DO LOCAL DA OCORRÊNCIA.
SÃO CENAS FORTES E NÃO DEVEM SER VISTAS E NEM COMPARTILHADAS POR MENORES E PESSOAS SENSÍVEIS



0 Comentários:

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-