sexta-feira, 20 de março de 2015

Pátria Sindical: Cegonheiros invadem fornecedora da Fiat em Goiana, para pressionar por contratação de mão de obra via sindicato

Por conta do anuncio do inicio das contratações feito ontem pela Sada, alguns sindicalistas estão, neste momento, no pátio de uma obra da empresa lá em Goiana, tentando intimidar a direção da empresa. O nível dos carros é de alto luxo.

Em Pernambuco, três unidades de operação estão em fase avançada de construção. Em Goiana, Zona da Mata Norte, o pátio que ficará no entorno da Fábrica JEEP, terá uma área de 134.600 m², funcionando como centro de apoio ao motorista, com estacionamento, restaurante, dormitório, vestiário e área de manutenção.

Além deste ponto, a empresa tem uma unidade dentro da Fábrica JEEP, o centro de carga e descarga. Um terceiro ponto, localizado em Ipojuca (Litoral Sul de Pernambuco), vai abrigar a área retroportuária da empresa, contando com 132.000 m². A estrutura visa proporcionar suporte aos motoristas, evitando desordenamento e impactos sociais nas estradas, de acordo com a Lei do Motorista, nº 12.619.

No caso, os proprietários de cegonhas, muitas vezes, se organizam em sindicatos patronais, tornando-se interlocutores no processo da operação logística de veículos no Brasil. No caso de Pernambuco, não há nenhum sindicato patronal reconhecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego, embora vários grupos de empresários estejam buscando o registro.

As informações de bastidores dão conta de que existe, inclusive, uma disputa entre esses ‘representantes’ da categoria, totalizando cinco grupos diferentes: Sintrave-PE, Sintraveic, Sincepe, Sintraveipe, Sintrago e a Cooperativa de Transporte de Veículos e Cargas em Geral de Pernambuco.

A manifestação em frente à fábrica da Jeep, que se intensificou com o movimento no Recife no último dia 24/02, vem causando diversos transtornos para a população da Região Metropolitana. Com base nos últimos acontecimentos, pode-se entender que há uma pressão para que a empresa responsável pela operação logística do Polo Automotivo da Jeep oferte vagas ou contrate profissionais autônomos ligados a alguns grupos de empresários, inclusive de outros estados, o que demonstra interesse meramente comercial.

Considerada a maior operadora logística de veículos da América Latina, a Sada Transportes foi a empresa contratada, em 2013, pela FCA – Fiat Chrysler Automobiles para realizar a distribuição dos veículos produzidos no Polo Automotivo JEEP. A Sada e a FCA mantêm, há 37 anos, uma parceria com abrangência latino-americana, priorizando a sustentabilidade e um alto padrão de qualidade e segurança das operações. Mesmo sem um sindicado institucionalizado no estado, a Sada anunciou investimento de R$ 120 milhões em Pernambuco, gerando 420 empregos diretos e indiretos, entre técnicos, mecânicos, conferentes e motoristas, além de profissionais da construção civil.

A estratégia é simples. Serão enviados, desde Betim (MG), modelos FIAT. No retorno à cidade mineira, os mesmos veículos transportarão os modelos Jeep, que devem ser distribuídos nas demais cidades do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Graças a essa organização, 23 mil viagens por ano serão poupadas, representando uma economia de 104 milhões de quilômetros, 42 milhões de litros de diesel e uma redução de 101 mil toneladas de dióxido de carbono.

Segundo a empresa, o percentual de distribuição para o Norte e Nordeste ganhará uma logística especifica, demandando mais profissionais para a operação. Inicialmente, 12 motoristas devem ser contratados pela SADA, e, à medida que a produção avançar, esse número pode chegar a 40 profissionais.

BlogdeJamildo

1 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-