terça-feira, 29 de outubro de 2019

Economia: 'De São José da Coroa Grande a Goiana, ninguém compra nada', diz associação de pescadores

A venda de pescados das águas do estado está 100% parada. A informação é do Movimento dos Pescadores e Pescadoras de Pernambuco (MPP-PE), que contempla todos os pescadores artesanais pernambucanos. "De São José da Coroa Grande até Goiana, não estamos vendendo nada. Nem nas feiras livres nem nas peixarias", informou a entidade.

De acordo com a associação, pedidos que estavam feitos foram cancelados. "Temos relatos de pescadores que os atravessadores tinham feito encomenda e ligaram falando que não queriam mais. A coisa está feia", enfatizou o movimento.

Segundo pesquisa do Instituto Oceanário da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), o número de pescadores no litoral pernambucano é de aproximadamente 30 mil pessoas. O dado é de 2010. Já o número de pescadores com Registro Geral de Pesca (RGP) no estado é de 13.128 pessoas. A última produção estimada, feita em 2012, é de 20.882,10 toneladas de pescado oriundo da pesca extrativa.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-