quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Esporte: Atleta condadense sai da 2ª divisão do PE, chega ao Santos e se deslumbra com ídolos

Zagueiro Marcinho, de 21 anos, que estava jogando a Série A2 do Pernambucano, está no Peixe há quase duas semanas treinando no time sub-23 do Alvinegro Praiano

A dura batalha de buscar realizar grandes objetivos na carreira já faz parte da vida do zagueiro Marcinho Simões. O jogador de família humilde, nascido no município de Condado, localizado na Mata Norte de Pernambuco, a 85 quilômetros do Recife, sabe bem o que é lutar pelo sonho de ser atleta profissional.

Junto com seu ímpeto de tomar decisões, ele desde muito jovem vem conseguindo subir de degrau em degrau em busca do objetivo de ser boleiro. Dando os primeiros toques na bola no Internacional da Campina do Barreto - time amador recifense -, o zagueiro de 21 anos já passou por Santa Cruz, Serra Talhada, Guarani e América-PE (com quem ele tem contrato até 2017).
Na temporada atual, ele estava emprestado ao Olinda, equipe da Segunda Divisão do Campeonato Pernambucano, onde chegou a atuar em grande parte da competição até receber uma chance de ouro: ir para o Santos. Segundo o defensor, a ida para o Peixe já era algo previsto há um bom tempo, mas questões burocráticas o impediam de ir para a Vila Belmiro.

- Pessoas ligadas ao Santos queriam me ver jogando faz tempo. Mas o Olinda só queria me liberar quando o estadual acabasse - explicou o jogador.

Apesar do entrave com os olindenses, nem precisou o campeonato acabar para ele seguir para o Alvinegro Praiano. A Série A2 de Pernambuco está paralisada por intervenção judicial e o zagueiro aproveitou a brecha para se integrar ao sub-23 do time paulista. Ser jogador em uma grande equipe já era tudo que ele queria, imagina então, treinar perto dos seus grandes ídolos? Ele descreve.
- Os cara jogam demais, são meus ídolos e de grande parte dos brasileiros. Para mim, hoje o Ricardo Oliveira é o melhor centroavante do Brasil - diz o jogador, deslumbrado com os atletas do time principal santista.

A cada dia o jovem zagueiro tem conquistado a confiança dos avaliadores do Santos. A priori, era para ele ficar apenas uma semana, mas já está na segunda e com a expectativa de assinar contrato com o clube já no fim dessa semana.

- Acho que nesta sexta-feira depois do jogo-treino já terei uma resposta sobre minha permanência. Vou trabalhar para assinar, mas só de ter passado aqui já é uma alegria muito grande.

GloboEsporte
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-