segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Cultura: Festival Canavial Artes Cênicas abre sua 13ª edição em Goiana

Programação teve início nesta segunda-feira (4 ) e segue até o dia 10 de novembro, no Cine-Teatro Polytheama, Zona Rural e em dez escolas públicas municipais. Entre as atividades,  exposição, teatro, dança, oficina e teatro de bonecos. Fotos: Divulgação.

O município de Goiana, na Região Metropolitana do Recife, recebe, a partir desta segunda-feira (4), até o próximo domingo (10), a 13 ª edição do Festival Canavial, que este ano, tem programação dedicada às artes cênicas.  Ao todo, estão programados cerca de 12 espetáculos, entre teatro, dança, e teatro de bonecos, que serão exibidos no cine-teatro Polytheama. Além disso, o festival vai promover oficinas para cerca de 400 alunos, de dez escolas municipais.  A programação, inclui, ainda, uma roda conversa sobre o universo das artes cênicas na região; e uma exposição sobre a vida do artista plástico e ceramista, Zé do Carmo - natural de Goiana, que faleceu aos 85 anos de idade, em abril -, homenageado deste ano, do Festival Canavial Artes Cênicas.

A abertura oficial do festival acontecerá na noite desta segunda-feira (4), no cine-teatro Polytheama, a partir das 19h. Participam da solenidade, o prefeito em exercício, Eduardo Honório; o coordenador do Movimento Canavial e produtor do festival, Afonso Oliveira; e os produtores culturais, Alexandre Veloso; e Felipe Andrade. A programação marca a estreia de espetáculos culturais, pela primeira vez, dentro do cine-teatro Polytheama, que há mais de seis anos não recebia eventos com essa finalidade.
Durante o ato, será anunciado a abertura da exposição: O Mundo Cênico de Zé do Carmo, homenageado, este ano, do festival. Zé do Carmo era natural de Goiana, mas faleceu aos 85 anos de idade, em abril deste ano. Patrimônio Vivo de Pernambuco, ele se destacou pelas peças em barro que representavam personagens do imaginário nordestino. Além disso, ocupou lugar de destaque como dramaturgo e diretor teatral, escrevendo vários trabalhos.  Destaque para criação do "Auto de Natal do Vovô Natalino", que criticava a tradição do Papai Noel boreal - estranha ao nosso cotidiano. Publicação que chamou a atenção do sociólogo Gilberto Freyre, em um artigo publicado em artigo no Jornal Diário de Pernambuco, intitulado "Meu Caro do Carmo", em 1983. A mostra tem a curadoria de Felipe Andrade e expografia de Alexandre Veloso.

Destaque da primeira noite do festival fica por conta da apresentação do espetáculo: “Como salvar um casamento”. A peça é uma deliciosa comédia que mostra de forma muito descontraída, inteligente e bem humorada, as diversas situações sobre o relacionamento amoroso, com histórias que se entrelaçam e são independentes. A mostra tem texto do mineiro, Bruno Motta e de Daniel Alves e a direção do Vitoriense Cleiton Santiago. Premiada na 21º MOSTEV - Mostra de Teatro de Vitória e no 20º FESTIC - Festival Teatral de Esquetes e Festival de Teatro Infantil de Caruaru, com 5 premiações: Melhor Direção, Melhor Iluminação, Melhor Cenografia, Melhor Texto inédito e Melhor Sonoplastia. A iniciativa é uma produção artística da Companhia Quarta Parede, do município de Limoeiro, no Agreste do Estado.

Com uma abrangente proposta, o Festival Canavial Artes Cênicas 2019, propõe, nesta edição, atuar na formação de novas plateias, de modo que, crianças de escolas públicas, tenham oportunidade de estarem em contato com as artes, por meios das oficinas de teatro e dança. Na ocasião, o público vai poder prestigiar apresentações culturais voltado às Artes Cênicas de várias cidades pernambucanas, como Gravatá, Recife, Aliança, Condado, Vitória de Santo Antão, Itambé e Limoeiro e também de João Pessoa - Paraíba. O artista e mamulengueiro Chico Simões, de Brasília (DF). Nesta segunda-feira, alunos dos 7 a 10 anos, da Escola Cynira Florianna dos Prazeres, participaram de uma oficina, com a Companhia de Artes Deu o Babau, de Goiana. Já na tarde desta segunda, os estudantes da Escola Municipal Professora Zilma Gemir Baracho, receberam uma aula-espetáculo do Cavalo Marinho Estrela do Amanhã, de Condado. Até o domingo (10), programação deve percorrer mais de dez escolas municipais, além do Núcleo Social de Tejucupapo, localizado na Zona Rural.

Homenagem: Em virtude da morte do Mestre Nelson, popular (Ferreirinha), o Movimento Canavial, prestará uma homenagem especial, dentro da programação do Festival Canavial Artes Cênicas, na noite de estreia. Durante toda a sua vida, foi um homem simples, mas muito apaixonado pela beleza e história da sua tribo.Mestre Nelson e sua história serão lembrados sempre, das vezes em que brilhou e dançou, no nosso festival, com sua arte e encanto.
Serviço
O quê: Festival Canavial Artes Cênicas leva oficina, teatro e exposição para Goiana
Quando: 04 a 10 de novembro
Onde: Cine-Teatro Polytheama e em cerca de dez escolas municipais
Classificação: Livre.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-