quinta-feira, 11 de julho de 2019

Polícia: Homem que se diz fotógrafo é investigado por assédio sexual, injúria e ameaças contra mulheres

De acordo com a Polícia Civil, ele foi apontado como autor de crimes por quatro vítimas, no Recife, em Olinda, e em Goiana, na Região Metropolitana.

Um homem que se apresenta como fotógrafo está sendo investigado pela Polícia Civil por assédio sexual, injúria e ameaça contra mulheres. Segundo a corporação, Bruno Henrique Lira foi apontado como autor de crimes por quatro vítimas, no Recife, em Olinda e em Goiana, na Região Metropolitana.

Nos boletins de ocorrência registrados na Delegacia da Mulher, em Santo Amaro, na área central do Recife, constam que ele oferecia os serviços e convidava as vítimas para posar como modelos. Em um dos casos, as fotos seriam feitas sem roupa.

A polícia informou que Bruno aproveitava a oportunidade de tirar as fotos para praticar os crimes. Ele também é apontado pelas mulheres como responsável por fazer ameaças pelas redes sociais, dizendo que publicaria as imagens da vítimas.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, existe um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) registrado contra Bruno por perturbação do sossego.

A polícia informou, ainda, que os casos foram encaminhados para as delegacias das cidades onde os fatos ocorreram. As investigações serão mantidas sob sigilo até o fim dos trabalhos, de acordo com a corporação.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-