domingo, 16 de junho de 2019

Carbono Zero pelo terceiro ano consecutivo: Polo Jeep investe em capacitação para gestão de Gases de Efeito Estufa

Planta da Jeep será Carbono Zero pelo terceiro ano consecutivo. Com treinamento, chancela poderá ser ampliada para todo o Polo Automotivo

Entre os dias 18 e 19 de junho, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) vai oferecer a fornecedores do Polo Automotivo Jeep a capacitação Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE). A proposta é que as empresas parceiras possam criar e fortalecer seus planos de redução de  emissão de forma mais assertiva. A planta da Jeep já é Carbono Neutro e quer, com o treinamento, estimular que a mesma chancela seja estendida para todo o Polo.

Os GEEs estão em tudo: nos efluentes líquidos, no consumo de gases e combustíveis, no consumo de energia elétrica e etc. A capacitação faz parte da estratégia FCA de Combate às Mudanças Climáticas e será ministrada pela especialista em Mudanças Climáticas da WayCarbon, Bruna Dias, profissional com experiência em gestão de GEE, projeto de manejo de emissões e inventário de gás atmosférico e auditoria para empresas de vários setores da economia. Participam as empresas Brose, CMA, Lear, Pirelli, PrimaSolePCMA, FMM Engenharia, Adler Pelzer, MMH, DHL, PMC Serviços, Revescoat Pintura Técnica, Saint Gobain e Tiberina, todas fornecedoras da FCA.

“Todo nosso processo produtivo está voltado para questões ambientais. Essa capacitação é o primeiro passo rumo à neutralização de carbono de todo o Polo Automotivo Jeep”, afirma o gerente Supplier integration management da FCA para a América Latina, Ayslan Verticchio.
Gestão de emissões, bem como redução e compensação da Jeep, são realizadas pela equipe de EHS desde 2016. Em 2018, juntamente com a equipe do setor de Compras, foi possível iniciar a expansão para o parque de fornecedores. Um trabalho piloto começou com a Prima Sole Components, fabricante de peças plásticas. 

Os responsáveis da organização passaram por um treinamento, identificaram as possíveis fontes de emissão e realizaram a coleta dos dados necessários para o desenvolvimento de seu primeiro Inventário de Emissões de GEE, baseado na metodologia internacional GHG Protocol. “Com treinamento, a empresa começou a fazer o inventário de GEE, que gera resultados anuais. Com o resultado, tornou sua gestão, com a criação de Planos de Redução do GEE, mais efetiva. Significa aplicar usos mais racionais dos recursos, diminuir ou até neutralizar de emissões”, detalha a coordenadora de Sustentabilidade da FCA, Luciana Costa.

SOBRE A JEEP

Operando em Goiana desde abril de 2015, o Polo Automotivo Jeep já produziu mais de 600 mil veículos dos modelos Jeep Renegade, Jeep Compass e picape Fiat Toro. Os modelos se destinam aos mercados brasileiro e da América Latina, principalmente Argentina, México, Caribe, Peru, Colômbia e Costa Rica.

Atualmente, a operação emprega 13,6 mil funcionários, somando o Polo Jeep e o parque de fornecedores integrado, que conta com 16 empresas fornecedoras instaladas dentro do perímetro fabril da FCA. Tudo isso é resultado de trabalho, tecnologia e mais de R$ 10 bilhões em investimentos.

No Brasil, o marco da Indústria 4.0 no setor automotivo foi a inauguração do Polo Automotivo Jeep, que iniciou suas atividades já com um grande conjunto de tecnologias digitais de ponta, além de todos os processos de produção possuírem intensa conexão entre pessoas, máquinas e sistemas. E em busca de interação com a comunidade da qual faz parte, a Jeep também impulsiona o projeto de educação Rota do Saber e apoia diversas manifestações culturais.

A Jeep lidera o segmento de SUVs pelo terceiro ano consecutivo e, em 2018, superou a marca de 100 mil unidades vendidas em um único ano no País. De cada cinco SUVs vendidos no Brasil, um é da marca Jeep. Oferece uma linha completa, composta pelos modelos Cherokee, Compass, Gladiator, Grand Cherokee, Renegade e Wrangler.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-