quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Esporte: Jovem goianense coleciona títulos no jiu-jitsu e busca mais medalhas

George Morais já conquistou 11 medalhas desde 2015, quando iniciou no esporte. Neste mês, o atleta vem treinando para vencer o Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu da categoria. Ele treina de 5 a 6 horas por dia

Um jovem lutador de jiu-jitsu do município de Goiana, na Região Metropolitana do Recife, tem aumentado a coleção de títulos a cada nova competição. Nos últimos três anos, George Morais, de apenas 16 anos, já conquistou diversas vitórias e uma boa experiência. Dedicação que, nos últimos 3 anos, rendeu ao atleta 11 medalhas. George já participou de competições nos estados de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, e conquistou medalhas de bronze, prata e ouro.

Nos próximos dias 16, 17 e 18 de novembro, o atleta participará do Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu, em São Paulo, e com muita determinação e perseverança almeja trazer mais medalhas para sua trajetória de vida e profissional como atleta de jiu-jitsu.

Apesar da sua trajetória no esporte, George nem sempre foi apaixonado pelo jiu-jitsu, "Eu comecei a praticar a arte marcial aos 13 anos com intuito de melhorar a minha saúde, concentração, disciplina e defesa pessoal, porém, desde então me apaixonei pelo Jiu-Jitsu [a arte suave que prioriza a consciência mental ao invés da força] e me descobri um competidor e, hoje, o meu objetivo é ser um campeão!", enfatizou o atleta.
George aproveitou o momento para tecer agradecimentos ao seu professor e mestre de jiu-jitsu, Harlan de Oliveira, atleta de alta performance e campeão de vários torneios e campeonatos pelo país e no exterior, "Com a ajuda e aprendizado do meu mestre Harlan e dos meus companheiros de treino, quero chegar ao lugar mais alto do pódio na minha categoria e, assim, elevar o Jiu-Jitsu Brasileiro. Harlan não é apenas um professor, mas um mentor, pois ele naturalmente transmite inspiração e motivação, além dos desafios a me dedicar e aperfeiçoar o meu potencial e capacidade a cada momento. À Harlan, os meus sentimentos são de extrema gratidão, respeito, consideração e apreço", disse.

Mesmo tão jovem, o adolescente comentou sobre a importância e necessidade das privações para focar em seu objetivo, "Tenho consciência de tudo que é necessário para isso acontecer [ser um campeão] e venho me dedicando muito; me privando de alguns momentos de convívio com meus amigos e familiares, pois mantenho uma rotina com dois treinos diários para melhorar a minha performance, através do Jiu-Jitsu e da musculação. Além dos treinos, também estudo, utilizo suplementos alimentares e sigo uma dieta restritiva recomendada por uma nutricionista esportiva", afirmou.

Com apenas um patrocinador, o atleta fala das dificuldades financeiras vivenciadas durante o processo de transformação em um atleta de alta performance. "Todo esse investimento gera um custo financeiro muito alto, pois ainda não sou patrocinado por nenhuma academia e/ou loja de suplementos e, atualmente, a minha família está sem recursos suficientes para custear as competições fora do nordeste brasileiro", complementa o atleta.
Rifa

Recentemente o atleta iniciou a venda de rifas para arrecadar dinheiro e participar do Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu, que ocorrerá no próximo fim de semana, no estado de São Paulo. George Morais se diz pronto para a competição, mas precisa de dinheiro para custear a viagem e outras despesas durante o período em que estiver na cidade.

Para seguir para o município de Barueri, na Grande São Paulo - onde ocorre o evento esportivo - , o atleta está vendendo uma rifa, no valor de R$ 10. Incluindo passagens de ida e volta, hospedagem e alimentação, ele estima gastar em torno de R$ 2 mil.

Patrocínio

George atualmente possui apenas o patrocínio do curso de idiomas Hispano América, de Goiana. O atleta disponibiliza seu contato para futuras parcerias e colaborações individuais: (81) 99301-5147.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-