segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Homenagem: Juíza Nilcéa Maggi recebe medalha da OAB-PE

No último dia 23, a juíza Nilcéa Maria Barbosa Maggi, titular da 5ª Vara Federal da Justiça Federal em Pernambuco, localizada em Goiana, recebeu a Medalha Antônio de Brito Alves pelo Conselho Seccional de Pernambuco da Ordem de Advogados do Brasil (OAB-PE). O prêmio apresenta-se como forma de reconhecimento ao trabalho de juízes e desembargadores no estado. Fazendo parte das comemorações do Mês da Advocacia, a outorga da medalha ocorreu no Auditório Fernando Santa Cruz, na nova sede da OAB Pernambuco (Rua Imperador Pedro Segundo, 346, Bairro Santo Antônio, Recife).

Esta será a primeira medalha concedida a partir da votação espontânea e direta de advogados e advogadas. De acordo com a OAB, a votação considerou os requisitos de rapidez na prestação jurisdicional, qualidade nas decisões, disponibilidade e cordialidade para despacho com advogados e jurisdicionados, sendo Nilcéa Maggi eleita como melhor magistrada federal.
Medalha Antônio de Brito Alves – A escolha do nome de Antônio de Brito Alves para a medalha foi feita pelo Conselho Pleno da OAB-PE. Nascido no Recife em 15 de maio de 1921 e graduado em 1947 pela Faculdade de Direto do Recife, atuou na defesa de presos políticos e de perseguidos pela ditadura no Brasil na segunda metade do século XX. Integrou a Academia Pernambucana de Letras e foi um dos responsáveis pela implantação do curso de Direito da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), onde foi professor e paraninfo de diversas turmas de graduação. Em 1986, Antônio de Brito Alves assumiu a função de desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Faleceu em 23 de abril de 1991.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-