segunda-feira, 28 de julho de 2014

Polícia: Domingo marcado por rapto, tentativa de homicídio e homicídio em Goiana

Neste domingo (27), dois homens sofreram uma tentativa de homicídio e um homicídio, no município de Goiana, Mata Norte de Pernambuco. Dois casos completamente diferentes. O primeiro crime foi cometido contra o pedreiro Josinaldo Tavares de Melo (foto acima), de 32 anos, que foi encontrado amarrado e baleado dentro do canavial do Engenho Bujari, da Usina Santa Tereza. A vítima alegou que estava saindo de um bar no bairro da Cruz das Armas, em João Pessoa, na madrugada deste domingo, quando foi surpreendida por quatro elementos armados e encapuzados, que lhe amarraram, torturaram e, em seguida, alvejaram sua perna com dois disparos de arma de fogo. Os elementos continuam foragidos.

Josinaldo foi encontrado pelos funcionários da Usina Santa Tereza. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para o Hospital Miguel Arraes, no Grande Recife. A vítima perdeu muito sangue e por pouco não morreu. "Os bandidos me deixaram aqui para sangrar até morrer. Ainda não sei qual foi o motivo para tal crueldade", afirmou.

A segunda vítima. Sandro da Silva, de 35 anos, foi socorrido para o Hospital Regional Belarmino Côrreia (HRBC), em Goiana, vítima de disparos de arma de fogo. A polícia informou que ele havia entrado em luta corporal, horas antes do crime, com o acusado Ivanildo da Silva Gomes, conhecido por "Igor", na feira livre de Flexeiras. Após o conflito, ambos seguiram em direções distintas, porém, Ivanildo teria falado para várias pessoas que iria se armar para matar Sandro.

Depois de armado, saiu à procura da vítima e quando a encontrou, na manhã deste domingo (27), próximo ao cemitério municipal, na Rua do Sol, efetuou quatro disparos de arma de fogo contra ele. Sandro foi socorrido para o HRBC e após receber os primeiros cuidados, foi transferido para o Hospital Miguel Arraes, mas não resistiu aos graves ferimentos e morreu.

Após buscas a procura do autor dos disparos, a arma utilizada no crime foi localizada e apreendida, um revólver calibre 32, com seis munições, sendo quatro munições deflagradas e duas intactas, na residência de um amigo do acusado, o Carlos Alberto Correia da Silva, morador da Rua do Tanquinho, no centro da cidade. Carlos foi conduzido para Delegacia de Polícia. Ivanildo continua foragido.

Policiais Militares da 3ª Companhia (Sgt Dijair, Sd Liliane, Sd Carlos Alexandre, Sd R. Souza, Sd Silvânio e Sd PM Wellington) em uma operação conjunta com policiais militares da Paraíba (Sd Carlos Alexandre e Sd R. Souza) participaram das duas ocorrências.

A 16ª Delegacia de Polícia de Homicídios investiga os dois casos.
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-