domingo, 21 de abril de 2013

Economia: Estado garante incentivos para 22 empreendimentos. Timbaúba e Itambé estão entre as cidades contempladas

Novas empresas serão instaladas em 13 municípios

O Conselho Estadual de Política Industrial, Comercial e de Serviços (Condic), aprovou, durante a 82ª análise, 22 projetos, sendo 16 indústrias, duas Centrais de Distribuição e quatro importadoras, de incentivos fiscais para empreendimentos interessados na implantação ou ampliação de seus efetivos em Pernambuco. Para fomentar os projetos, o setor industrial receberá um aporte de R$ 92,4 milhões, sendo que R$ 73,6 milhões serão destinados para o Interior. Estima-se que esta aprovação gere 1.061 postos de trabalho, e que 82% das vagas concentrem-se nos municípios fora da Região Metropolitana do Recife.

Ao todo, 13 cidades foram contempladas: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho, São Lourenço da Mata, Pesqueira, Itambé, Garanhuns, Vitória de Santo Antão, Sirinhaém, Feira Nova, Agrestina, Bezerros e Timbaúba. Das 12 Regiões de Desenvolvimento de Pernambuco, seis foram contempladas: Metropolitana, Mata Sul, Mata Norte, Agreste Central, Agreste Setentrional e Agreste Meridional.

O quantitativo de incentivos para o desenvolvimento do Interior foi o mote da reunião, que aconteceu, ontem, na sede da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper). A novidade é que Feira Nova receberá um investimento de R$ 19 milhões para implantação da indústria Umaflex, que será responsável por gerar 250 novos empregos. Haverá também a ampliação da BRF Foods, em Vitória de Santo Antão, que dará impulso na economia local, gerando 249 postos de trabalho. Em Timbaúba, a implantação da Iadem, indústria no ramo de alimentos e derivados de milho, receberá um aporte na ordem de R$ 25 milhões e irá criar 128 empregos. Para a implantação da Viva Alimentos, em Sirinhaém, será necessário uma aplicação de R$ 15 milhões.

“O Condic aprovou os incentivos fiscais para dar melhores condições de atratividade para empresas que desejam atuar aqui (Estado). A AD Diper e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico unem esforços para levar mais investimentos para o interior do Estado e isso já está sendo visto agora, pois o número de recursos a serem investidos e de empregos a serem gerados é maior para os municípios localizados fora da RMR”, explicou o presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima.

Apesar do tímido quantitativo de investimentos no Grande Recife, quatro municípios receberão incentivos. A construção no Cabo da CLCC - indústria de artefatos em fibra de vidro - irá gerar 67 empregos e receberá investimento na ordem dos R$ 3,1 milhões. Em Jaboatão, haverá a colocação da Peveduto Plásticos e a ampliação da Cristalpet, que receberão recursos de R$ 3,8 milhões e R$ 6,8 milhões, respectivamente. No Recife, apenas a Padron Ar Condicionado será instalada, gerando 34 empregos.

FolhaPE
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-