segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Combate à criminalidade: Após mais de um ano sem ROCAM, primeira prisão é registrada em Timbaúba

A decisão pela reativação do serviço partiu dos novos comandante e subcomandante do 2º BPM, Coronel Evangelista e Major Fabio Batista, respectivamente.

Poucas horas após reativar a guarnição da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (ROCAM) pelo 2º Batalhão de Polícia Militar de Pernambuco (2º BPM-PE), a primeira ocorrência foi registrada após mais de um ano desativada. A decisão pela reativação do serviço partiu dos novos comandante e subcomandante do 2º BPM, Coronel Evangelista e Major Fabio Batista, respectivamente.

"A importância da ROCAM para a população é indiscutível. Muitas vezes os assaltos e demais ações criminosas acontecem em áreas e estradas de difícil acesso, onde geralmente as viaturas não conseguem passar, e com as motos, essas ações poderão ser coibidas. Esse é um serviço essencial e que deve ser prestado de forma contínua no combate à criminalidade da região", disse o Coronel Evangelista.

Na tarde da última quarta-feira (15), durante as primeiras rondas realizadas pela ROCAM (GT composta pelo Sargento Gleberson, Soldado Prado e Soldado J. Freitas), sob a coordenação do Capitão Anacleto, um indivíduo foi preso acusado de tráfico de drogas, no município de Timbaúba, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Segundo informações obtidas pelo Blog do Anderson Pereira, nesta primeira ação, um indivíduo identificado como João Vitor Gomes Monteiro foi preso no Alto Santa Terezinha de posse de 75 pedras de crack, 100 gramas de maconha e uma quantia em dinheiro. De acordo com a polícia, durante rondas na comunidade, o elemento foi avistado em atitude suspeita, mas ao perceber a aproximação da ROCAM tentou empreender fuga usando uma motocicleta, mas foi tão logo perseguido e capturado. Ele havia saído do sistema prisional há cerca de 2 meses.

O acusado foi conduzido para a Delegacia de Timbaúba, onde foi autuado em flagrante delito e encaminhado para audiência de custódia.

História da ROCAM

Criada em 5 de novembro de 1982 no 1º Batalhão de Polícia de Choque (ROTA) da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Em 7 de abril de 1986 a ROCAM foi transferida para o 2º Batalhão de Polícia de Choque passando a executar, além das atividades próprias de policiamento ostensivo, o controle de distúrbios civis e o policiamento externo de eventos artísticos, desportivos e culturais.

Blog do Anderson Pereira
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-