domingo, 8 de outubro de 2017

Polícia: Indivíduo é preso acusado de participar de assalto na PE-004

Três comparsas do crime continuam foragidos

Policiais Militares da GT11331 da 3ª Companhia Independente de Goiana prenderam em flagrante, no final da tarde da última quinta-feira (05), por volta das 17h30, um indivíduo acusado de participar de um assalto, no município de Condado, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Três comparsas de crime continuam foragidos.

Segundo informações obtidas pelo Blog do Anderson Pereira, Samuel Marcos da Silva, morador do Novo Condado, foi preso de posse de um aparelho celular roubado de um passageiro do transporte alternativo que fora abordado horas antes por um grupo criminoso, na Rodovia PE-004.

De acordo com a polícia, após receberem informações de um assalto na PE-004, onde quatro elementos armados roubaram os passageiros de uma kombi, as buscas aos algozes foram iniciadas. As vítimas relaram que os assaltantes usaram uma espingarda e um facão, e conseguiram roubar diversos pertences das pessoas, por volta das 12h30. Contudo, uma das vítimas teve o Iphone roubado e conseguiu rastrear a localização do aparelho celular. A guarnição seguiu até o endereço indicado e conseguiu recuperar o objeto roubado com um indivíduo. O homem relatou que foi contratado para desbloquear o aparelho e que o Samuel retornaria em breve para pegá-lo.

Ainda de acordo com a polícia, a PM manteve campana no local e conseguiu prender Samuel, que confessou a participação no assalto e delatou os comparsas que participaram da ação criminosa, sendo identificados pelos vulgos de "Cris", "Negrinho" e "vinte e dois". Os policiais seguiram para a residência dos demais envolvidos e conseguiram localizar os elementos, mas ao perceberem a aproximação da PM, conseguiram fugir pelo quintal da vizinhança. Na casa de um deles foi apreendido um cartucho de calibre 38 intacto.

O acusado foi autuado em flagrante delito e encaminhado para audiência de custódia.

Blog do Anderson Pereira
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-