terça-feira, 31 de outubro de 2017

Pernambuco: Reeducandos trabalham na limpeza dos cemitérios para o Dia de Finados

Eles atuam na varrição e capinação do local, além de realizarem atendimento ao público.

Reeducandos dos regimes aberto, livramento condicional e semi aberto reforçam os trabalhos nos cemitérios do Recife e Olinda, esta semana, para receber o público no Dia de Finados. A ação faz parte de convênios realizados pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, através do Patronato Penitenciário com as prefeituras.

Só nos cemitérios do Recife: Santo Amaro, Várzea, Casa Amarela, Parque das Flores e Tejipió são 86 reeducandos que atuam na varrição, capinação e limpeza do local, serviços gerais e no setor de atendimento ao público.
Eraldo Lopes, 38 anos, trabalha há dois anos em Santo Amaro, onde são esperadas no dia 02 de novembro, em  torno de 65 mil pessoas. “Com o dinheiro que ganho trabalhando aqui no cemitério, já consegui até comprar uma casa e agora, o próximo passo, é garantir um emprego de carteira assinada quando terminar minha pena”, revela.

Em Olinda também tem reeducando deixando os cemitérios mais limpos. São 04 em Guadalupe e 02 em Águas Compridas. “O trabalho de limpeza e manutenção dos cemitérios leva a reinserção social e a recuperação dos cumpridores de pena, como também visa diminuir, pela política de prevenção desenvolvida pelo Patronato Penitenciário, a reincidência criminal”, explica Josafá Reis, superintendente do Patronato Penitenciário.

Pelos serviços os reeducandos são remunerados com um salário mínimo (R$ 937,00),  vale transporte e alimentação.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-