segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Pernambuco: Reeducandos aprendem a fazer doces e salgados em curso de qualificação para o mercado de trabalho

Eles cumprem pena no regime aberto ou livramento condicional e querem voltar a trabalhar

O desempenho de 20 reeducandos do regime aberto e livramento condicional no curso de Doces e Salgados promovido pelo governo do estado, através da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e Patronato Penitenciário, mostra o desejo do grupo em se qualificar para retorno ao mercado de trabalho.

A duas turmas, formadas por 18 homens e apenas duas mulheres concluíram a capacitação na última sexta-feira, 20, mas já pensam em trabalhar na área ou colocar o próprio negócio.  Durante as aulas, no Desafio Jovem, bairro da Várzea, eles aprenderam a preparar bolos, tortas, salgados, entre outras delícias rápidas que possam oferecer renda numa atividade autônoma.
Tiago Lima é um dos participantes. De acordo com ele, o curso ocupou bem o tempo e foi um aprendizado importante. "Gosto muito de cozinhar e tenho o objetivo de trabalhar nessa área", ressalta.

A iniciativa faz parte de um cronograma de cursos disponibilizados através de emendas parlamentares, em parceria com a Associação Brasileira de Desenvolvimento Econômico e Social dos Municípios (ABDESM).
Novas turmas de Doces e Salgados para reeducandos estão sendo ministradas, de segunda a sexta, no Centro de Qualificação de Jaboatão dos Guararapes, na Av. Santa Lúcia, 238, Candeias. No horário das 08h às 14h e das 14h às 20h.

Segundo Josafá Reis, superintendente do Patronato Penitenciário, o objetivo dessa iniciativa é a qualificação profissional dos reeducandos. "Com o  curso de Doces e Salgados eles poderão vender os produtos que  produzem até em sua própria casa".

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-