terça-feira, 5 de setembro de 2017

Divisa: Operação policial prende três pessoas e apreende R$ 300 mil em produtos roubados

Carga era roubada no posto fiscal de Goiana, na divisa de PE com a PB. Envolvidos no roubo e na receptação das mercadorias foram presos na ação realizada em parceria com a Secretaria da Fazenda.

A Polícia Civil prendeu em flagrante, na última quinta (31), o quarto integrante de uma quadrilha que roubava cargas de caminhões no posto fiscal de Goiana, na Zona da Mata Norte, na divisa com o estado da Paraíba. Além do envolvido no roubo de cargas, também foram presos dois homens suspeitos de receptação do material roubado no Grande Recife. A ação, divulgada nesta segunda (4), resultou na apreensão de R$ 300 mil em produtos roubados, como alimentos, bebidas, itens de limpeza e higiene.

Em parceria com a Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE), a Polícia Civil encontrou as mercadorias roubadas em quatro supermercados, sendo dois no Recife e dois em Olinda, além de duas armas, R$ 11 mil em dinheiro, uma caixa de munições. Os materiais roubados também foram encontrados em um depósito em Olinda, cujos donos também tinham envolvimento com o crime, segundo a polícia.

Ainda de acordo com a corporação, as investigações foram iniciadas no dia 4 de julho, após um motorista de uma empresa relatar que havia sido assaltado enquanto estava estacionando o veículo no posto fiscal de Goiana. Segundo o condutor, duas pessoas, uma delas armada, fizeram a abordagem por volta das 22h, amarraram e vendaram a vítima e descarregaram a carga para outro caminhão.

De acordo com o titular das investigações, Thiago Uchôa, foram registradas 12 ocorrências dessa natureza no estado desde o início de 2016 até julho de 2017. “Eles tinham uma forma muito organizada de atuar. Tinham um próprio caminhão para onde a carga roubada seria transportada, tinham uma pessoa que iria abordar o caminhoneiro para saber se o veículo tinha rastreador, escolta e qual a carga que era levada e dois homens que abordavam a vítima”, explica.

Três dos quatro envolvidos no crime haviam sido presos no dia 12 de julho devido ao roubo da carga de uma empresa de alimentos avaliada em R$ 36 mil na BR-101 Norte, em Goiana. Na ocasião, os policiais prenderam dois integrantes do trio que abordou o motorista da empresa, sendo um de 26 anos e outro de 40 anos. A terceira prisão ocorreu na zona rural de Goiana, onde foi capturado um homem de 35 anos responsável por aguardar a chegada da carga, segundo a polícia.

Na quinta (31), o quarto integrante da quadrilha foi preso em flagrante no momento em que dirigia o caminhão utilizado pelo grupo para roubar as mercadorias. Apesar de tentar fugir, o homem foi reconhecido por uma das vítimas. Durante buscas feitas na residência do envolvido, foram encontrados produtos roubados.

“Naquele momento, nos estabelecimentos, foram encontrados R$ 300 mil em mercadorias sem origem comprovada. As cargas foram apreendidas pela Secretaria da Fazenda e, se for comprovado o roubo de carga, os produtos serão entregues à Secretaria de Defesa Social para serem restituídos aos reclamantes”, esclarece o diretor de operações da Sefaz-PE, Cristiano Dias.

Além das mercadorias, também foram apreendidos sete computadores e duas máquinas de cartão de crédito dos estabelecimentos vistoriados. “Esse tipo de abordagem tem caráter bastante pedagógico, pois a empresa que insiste em comprar mercadoria fruto de roubo de carga para dar suporte a esse tipo de crime será punida”, salienta o representante da Sefaz-PE.

G1
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-