domingo, 6 de agosto de 2017

Meio Ambiente: Aliança inicia oficinas para o plano municipal de preservação da Mata Atlântica


A exemplo de outros municípios, processo tem o apoio técnico da Semas e da CPRH

Mais um município da Mata Norte do Estado inicia os trabalhos para elaboração do seu Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica (PMMA). Duas semanas depois de Timbaúba ter aberto as oficinas, foi a vez de Aliança reunir representantes de diversos segmentos para começar a planejar o documentos, com metas de conservação e recuperação de áreas degradadas.

A primeira oficina foi realizada no auditório da UEPA – Unidade Educacional da Prefeitura de Aliança – na quinta-feira (3). Além de gestores do governo municipal e representantes de associações, sindicatos e outras entidades da cidade, participaram professores, estudantes, vereadores e técnicos da Semas, da CPRH – da Unidade Integrada de Gestão Ambiental (Uiga) de Carpina  – e do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

Em 2016, a Semas e a CPRH ajudaram na formulação dos planos de outros três municípios da Mata Norte: Vicência, Paudalho e Carpina. A expectativa é que os de Aliança e Timbaúba sejam fechados até o final deste ano. O plano é uma peça importante de gestão pública, voltado para a conservação e recuperação de áreas de Mata Atlântica. Na sua elaboração há também um trabalho de campo, com mapeamento e georreferenciamento das áreas de vegetação nativa, entre outas etapas.

0 Comentários:

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-