segunda-feira, 17 de julho de 2017

Religião: Goiana presta homenagem a Nossa Senhora do Carmo

Festa, que é promovida pela ordem dos carmelitas do município, segue até o dia 06 de agosto, com missas, festival cultural e procissão com motociclistas

A Ordem dos Carmelitas de Goiana, município da Zona da Mata Norte de Pernambuco, promove entre os dias 20 de Julho e 06 de Agosto, a 351° Festa de Nossa Senhora do Carmo, padroeira de Pernambuco, com o tema Viva a mãe de Deus e Nossa – O Carmo de Goiana rejubila no tricentenário do teu encontro em solo brasileiro. A programação vai desde peregrinação da santa pelas famílias, passando pelo festival cultural, missas e encerra com a grande procissão. Para explicar os detalhes da celebração, o Frei Juracy convoca a imprensa para apresentar a grade de programação, a temática central da edição deste ano, convocar os fiéis e esclarecer todas as dúvidas sobre as homenagens à nossa senhora do Carmo no município.

HISTÓRIA

Nossa Senhora do Carmo é um título consagrado à virgem Maria, com o objetivo de relembrar o convento construído nos primeiros séculos do cristianismo, no Monte Carmelo, em Israel. Em Pernambuco, a fé em Nossa Senhora do Carmo é admirável. Além do Recife e Olinda, outros municípios, como Goiana, também prestam belíssimas homenagens. No caso do município da mata norte, no Século XVII, o Frei Alberto do Espirito Santo pediu autorização ao cabido da Bahia para construir um convento  em Goiana, porque o único que existia em Pernambuco ficava em Olinda. A estrutura era bem simples, formada de taipa e uma pequena capela. Em 1672, houve a primeira reforma e ampliação do convento, cujo projeto foi pensado pelo revolucionário da Restauração Pernambucana André Vidal de Negreiros. Ele havia feito uma promessa de que, se conseguisse expulsar os holandeses, reformaria o convento. Com isso, Goiana criou um grande devoção por Nossa Senhora do Carmo.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-