quinta-feira, 27 de julho de 2017

Pernambuco: Mais de 50 detentos são certificados em Curso de Manipulação de Alimentos no Presídio de Igarassu

Até a próxima semana 537 detentos de 20 unidades prisionais em todo o Estado serão certificados.

Mais de 50 detentos do Presídio de Igarassu (PIG), da Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), vinculada à Justiça e Direitos Humanos, receberam os certificados pelo Curso de Boas Práticas em Manipulação de Alimentos, na manhã desta quarta (26/07). O treinamento é resultado de uma parceria com o Centro de Abastecimento Alimentar de Pernambuco (Ceasa).  

A certificação comprova a experiência prática adquirida em 12 horas de aula acerca das técnicas utilizadas para a melhoria da qualidade da alimentação e da racionalização dos recursos financeiros disponíveis. Os reeducandos, que já trabalham nas cozinhas e padarias das unidades prisionais, seguiram as orientações das nutricionistas do Ceasa sobre manuseio, higienização e armazenamento dos alimentos.

O estudo do ensino fundamental não é suficiente para o reeducando José Fernando, 34 anos, que participou do curso. “Muitos pensam que aqui está tudo perdido, mas não é bem assim. Nunca tive a oportunidade de fazer um curso desse lá fora”, informa. Para o detento Lucivaldo Leandro de Oliveira, 31, a cadeia o aproximou do trabalho e à prática de esportes. “Tudo que eu nunca fiz lá fora, faço aqui: judô, jiu jitsu, futebol e cursos”, enumera.   

A cerimônia ocorreu no espaço ecumênico da unidade prisional e contou com a presença do secretário da SJDH, Pedro Eurico, do presidente e do diretor de programas especiais do Ceasa, Gustavo Melo e Heber Carlos, respectivamente; da coordenadora de Nutrição da Seres, Cláudia Módolo; e do diretor do PIG, Charles Belarmino.

A ação faz parte do Programa de Alimentação Prisional do Estado de Pernambuco, ministrado por nutricionistas do Ceasa em 20 unidades prisionais. Ao todo, 560 reeducandos estão inseridos no Curso de Boas Práticas. O treinamento segue até o final deste mês e já certificou 237 alunos. O cumprimento das 12 horas de aula é revertido em um dia de regressão de pena.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-