quarta-feira, 19 de julho de 2017

Cultura: Última edição da festa do formigueiro reúne várias atrações da Mata Norte


O evento acontece neste sábado (22), em Tracunhaém. Grupos de maracatu, coco de roda, ciranda e boi de carnaval, devem dar o tom da noite de despedida.

Após sete edições consecutivas, chega ao fim, neste sábado, 22 de julho, a programação do projeto Noite do Formigueiro, em Tracunhaém, Zona da Mata Norte. Na edição de despedida, apresentações culturais do coco de roda Mano de Baé, e do Maracatu rural Leão Misterioso. A celebração festiva ainda vai contar com a participação especial do coco de roda Panela de Barro, da ciranda Misteriosa, e do boi de carnaval Mimoso. O evento é aberto ao público, e acontece a partir das 19h, na rua Manoel Correia de Souza, nº 02 – bairro Novo, Tracunhaém.

Iniciado em novembro do ano passado, o Projeto Noite do Formigueiro tem como objetivo fortalecer manifestações culturais em torno da cultura local, e a participação da população no envolvimento dos folguedos, como empenho a preservação da cultura de raiz.

Nos últimos meses, o Projeto Noite do Formigueiro, que contou com o incentivo do Governo do Estado, por meio do Funcultura, FUNDARPE e Secretaria de Cultura, percorreu, entre o penúltimo ou último sábado de cada mês, várias sedes de maracatus rurais, boi de carnaval e bloco rural, situados no município.

“Estamos chegando a última noite da festa do formigueiro cheio de expectativas, assim como nós começamos. A cada apresentação nas comunidades, ficou o sentimento de gratidão pelo reconhecimento do talento cultural que nossa cidade tem, e do incentivo que recebemos para que tudo isso acontecesse ” disse a coordenadora do projeto Jeilza Maria. 

“E, neste sábado, não será diferente. Vamos começar um pouco mais cedo, ás sete da noite. Será uma oportunidade ímpar, de juntos, celebramos a força do coco de raiz, da tradição da ciranda, e do maracatu rural, que tão bem representa nossa história” afirmou, emocionada, Jeilza.

A cada edição de cada mês, os grupos de coco de roda “Panela de Barro” e “ Mano de Baé”, protagonista do projeto, se reversaram no palco com outras atrações da cidade. Ao todo, foram contabilizadas oito apresentações de coco de roda; seis apresentações de maracatu rural; e uma apresentação de boi de carnaval e com bloco rural.

Sustentabilidade - O evento também foi responsável, nos últimos meses, por movimentar a economia local, pois, muito dos comerciantes da cidade, aproveitaram as noites festivas para comercializar vários produtos da culinária local.

0 Comentários:

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-