sexta-feira, 9 de junho de 2017

Foragido há 16 anos: Acusado de matar ex-companheira em Goiana é preso em SP

Ele estava escondido no município de Ourinhos, no interior do estado de São Paulo

Operação conjunta realizada por Policiais Civis da equipe de investigação da 8ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Goiana-PE e Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Ourinhos-SP, sob a coordenação dos delegados Ana Carolina Guerra Pereira e João Ildes Beffa, respectivamente, prenderam, na última sexta-feira (02), um criminoso acusado de matar sua ex-companheira no ano de 2000, no município de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Segundo informações apuradas pelo Blog do Anderson Pereira, o ajudante geral José Morais da Silva, de 52 anos e natural de Goiana-PE, foi preso enquanto trabalhava em uma obra próximo ao Fórum do município de Ourinhos, no interior do estado de São Paulo. Ele é acusado de matar a sua ex-companheira Ladjane Joaquim da Silva, no dia 24/10/2000, com um golpe de faca peixeira, na residência da vítima, localizada na Rua da Cruz, no Mutirão, e estava foragido desde então. Conforme consta nos autos, no dia do crime, o acusado chegou na residência da ex-companheira para tratar sobre a separação do casal, momento em que travaram uma discussão sobre quem ficaria com a casa de ambos, sendo que a vítima queria continuar morando no imóvel com os filhos e com o seu novo companheiro. Não concordando com a proposta, o indivíduo pegou uma faca peixeira e golpeou o pescoço da vítima, vindo esta a falecer em razão das lesões sofridas. Após o crime, José Morais fugiu para lugar desconhecido. Consta, ainda, que a vítima tinha sido infiel ao acusado durante o convívio com ele.

José Morais foi preso em cumprimento de mandado de prisão, expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Goiana. O acusado foi recolhido para a Cadeia Pública de São Pedro do Turvo-SP, onde permanecerá à disposição da justiça.

BlogdoAndersonPereira

0 Comentários:

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-