segunda-feira, 8 de maio de 2017

Enfrentamento: Goiana realiza I Fórum Regional sobre Violências

Será apresentado perfil epidemiológico das dez cidades da XII Regional de Saúde    

A cidade de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, promove nesta terça-feira (09/05), a partir das 8h30, o I Fórum Regional sobre Violências, no Sesc Ler Goiana. O encontro, promovido pela XII Gerência Regional de Saúde (Geres) - unidade administrativa da Secretaria Estadual de Saúde (SES) - pretende discutir a questão da violência e propor uma maior articulação entre as entidades e órgãos que atuam em seu enfrentamento. 

Duas mesas de discussão abordarão temas diversos e necessários para a intersetorialidade do assunto. Das 10h às 12h, o mote será Múltiplos olhares sobre os tipos de violências com a participação da diretora geral de Promoção, Monitoramento e Avaliação da Vigilância em Saúde da SES, Juliana Martins. Nesta mesa, o perfil epidemiológico das violências dos municípios que compõem a XII Geres - Goiana, Aliança, Camutanga, Condado, Ferreiros, Itambé, Itaquitinga, Macaparana, São Vicente Ferrer e Timbaúba, será apresentado pela gerente da Geres, Daniele Uchôa. A violência contra pessoas em situação de vulnerabilidade, doméstica familiar e lei Maria da Penha também serão debatidos.

A rede de cuidado às pessoas em situação de violência será abordada à tarde, durante a realização da segunda mesa, das 14h às 16h, tendo como mediadora a coordenadora em Saúde da Secretaria da Mulher de Pernambuco, Rejane Neiva. Também participam a diretora de Política Estratégicas da SES, Flávia Magno, abordando os serviços de saúde e a atenção às pessoas em situação de violência, e a diretoria geral de Enfrentamento da Violência de Gênero contra a Mulher da Secretaria da Mulher, Bianca Rocha. Os serviços de proteção serão detalhados pela secretaria executiva de Assistência Social, Carmem Galvão.

A partir das 16h, haverá a avaliação do encontro e encaminhamentos para a formação do grupo de trabalho. O evento contará com a participação de diversas entidades, como Ministério Público de Pernambuco (MPPE), secretarias municipais de Saúde, conselhos Municipal e Estadual de Saúde, Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), além das secretarias estaduais de Saúde, Defesa Social e Mulher. Cerca de 300 pessoas devem participar do fórum.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-