quinta-feira, 18 de maio de 2017

Alepe: Criação do Bope é aprovada na Comissão de Administração Pública

A proposta que cria o Batalhão de Operações Especiais (Bope) em Pernambuco voltou a ser destaque na Assembleia. Nessa quarta (17), a Comissão de Administração Pública aprovou a matéria, após aprofundar a discussão sobre a segurança pública no Estado.

O deputado Tony Gel, do PMDB, foi um dos que defendeu o projeto de lei.  "Haverá, obviamente, um treinamento, digamos assim, mais incrementado, para que seja uma polícia mais preparada. Haverá uma melhoria na remuneração porque são profissionais que vão estar, diuturnamente, preparados, bem treinados".

Segundo Tony Gel, em razão do grande número de explosões de caixas eletrônicos, e de outros tipos de crimes, a intenção do Governo Estadual é aumentar o número de policiais nas ruas, oferecendo gratificação salarial.

Para o presidente do Colegiado, deputado Lucas Ramos, do PSB, é preciso reforçar a segurança pública diante do aumento da violência e da crise econômica.

"E isso tem a ver também com a crise econômica que estamos vivendo, com os altos índices de desemprego, quase 13 milhões de pessoas desempregadas, e esses números refletem diretamente na segurança pública".

A proposição transforma a  Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe) no Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), que terá a mesma função mas contará com maior número de pessoal, além de nova estrutura e mais recursos financeiros. Com a mesma função do Bope, será criado o Batalhão Integrado Especializado (Biesp) para os municípios do Interior.

Assessoria
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-