sábado, 11 de março de 2017

Oportunidade: Curso de Cinema gratuito para moradores da Mata Norte

As aulas acontecerão na Pousada Atapuz, em Goiana, e são direcionadas a estudantes e profissionais do setor audiovisual

A segunda edição do curso de cinema Engenho de Imagens está com as inscrições abertas até o dia 12 de março, com aulas básicas, avançadas e práticas, para para alunos exclusivamente residentes nas cidades compreendidas na região da Mata Norte de Pernambuco. As aulas, que acontecerão na Pousada Atapuz, em Goiana, aos sábados e domingos, com início no dia 18 de março, serão ministradas por atuantes profissionais de cinema com notória experiência no mercado cinematográfico nos diversos setores de produção. Ao todo, serão 25 estudantes e profissionais capacitados com custos de transporte, hospedagem e alimentação financiados pelo Núcleo de Produção Engenho Digital, através do edital Funcultura.
Num total de 260 horas de aulas, o curso tem como objetivo fortalecer ainda mais a efervescente produção cinematográfica que vive a Mata Norte de Pernambuco, que desde 2009, com a origem dos primeiros cineclubes espalhados em diversas áreas da região, vem tornando-se cada vez mais comum a constante aparição de Mostras, festivais, oficinas, seminários, até a realização de curtas-metragens e séries para internet. O curso é divido em três módulos: Básico, Avançado e Prático. No primeiro, serão abordados conteúdos transversais de interesse de profissionais e estudantes de qualquer setor da produção de cinema. Questões conceituais que aprofundam reflexões sobre a forma e estética. No segundo, as aulas serão mais segmentadas de acordo com a divisão de áreas e escolha dos alunos. Aspectos técnicos como direção, fotografia digital, sonorização no cinema, figurino, maquiagem e preparação de elenco. No prático, os alunos somarão as competências desenvolvidas academicamente durante o curso para execução de um produto audiovisual com duração média de 30 minutos.

Entre os professores confirmados, nomes como Pedro Severien (direção), Torquato Joel (roteiro), Nicolau Domingues (som de cinema), Cris Malta (maquiagem), Breno César (fotografia), André Dib (linguagem cinematográfica) e Liliana Tavares (acessibilidade).

O projeto é realizado pelo Núcleo de Produção Engenho Digital (NPED) com apoio do Funcultura.
PROFESSORES:
Pedro Severien | Diretor de cinema com formação em jornalismo e mestrado em audiovisual em Bristol (Inglaterra).  Realizou os curtas Loja de Répteis (três prêmios no Festival de Brasília 2014),  Canção para minha irmã (melhor filme na mostra Novos Rumos Festival do Rio  2012), Rodolfo Mesquita e as monstruosas máscaras de alegria e felicidade  (menção honrosa no Curta Cinema 2013), São (2009) e Carnaval Inesquecível  (2007). Seus trabalhos foram selecionados para dezenas de festivais nacionais  e internacionais, entre eles, Tiradentes, Kinoforum, IndieLisboa, Molodist,  Clermont-Ferrand, Havana e Cartagena. Todas as cores da noite é o seu  primeiro longa-metragem como diretor. Lançado no final de 2015, o filme  participou de festivais como Slamdance Film Festival, Mostra Internacional de  Cinema de São Paulo e Janela Internacional de Cinema do Recife.

Torquato Joel | Roteirista com formação em jornalismo. Cursou cinema no Atelier de Cinema Direto na UFPB e na Association Varan (França). Atuou como roteirista em diversos filmes, como O Verme na Alma, Passadouro (1999), Transubstancial (2003), Gravidade (2006), Aqui (2007) e Estes (2009), entre outros. Alguns destes filmes obtiveram expressiva a premiação em importantes festivais brasileiros, como Brasília, Gramado, Festival Internacional de Curtas de São Paulo, além da participação em festivais no exterior como Huesca e Rotterdam.

Cris Malta | Maquiadora profissional que transita entre o cinema, editoriais e a maquiagem social com a mesma desenvoltura. Trabalhou em longas como Baixio das Bestas (Cláudio Assis),A Festa da Menina Morta (Matheus Nachtergaele) ,Era Uma Vez Verônica (Marcelo Gomes), Tatuagem (Hilton Lacerda), entre outros.

Breno César | Fotógrafo e videoartista. Graduado em Arte e Mídia pela UFCG. Fez direção de fotografia em trabalhos audiovisuais como as duas séries de TV dirigidas por Hilton Lacerda: Expresso Brasil II e Fim do Mundo. Também nos longas A Luta do Século (Sérgio Machado) e A Seita (André Antônio).

Nicolau Domingues | Profissional em sonorização audiovisual com qualificação em som direto, edição de som e mixagem para filmes e produtos audiovisuais. Trabalhou nos longas "Sete Corações" e "Eles Voltam", nos curtas "Em Trânsito" e "Urbanos", e assinou a pós-produção da série "Fim do Mundo" de Hilton Lacerda e Lírio Ferreira e do curta-metragem "O delírio é a redenção dos aflitos" de Fellipe Fernandes que estreou na semana da crítica em Cannes 2016.

Liliana Tavares | Liliana Tavares é audiodescritora, gestora da COM Acessibilidade Comunicacional, doutoranda no PPGCOM/UFPE , idealizadora e coordenadora do VerOuvindo: IV Festival de filmes com acessibilidade comunicacional do Recife.

Assessoria
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-