sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Cultura: Maracatu das mulheres de Nazaré da Mata se apresenta em sete​ cidades pernambucanas

Recife e Olinda, na Região Metropolitana; e São José da Coroa Grande, Nazaré da Mata, Vicência, Buenos Aires e Lagoa de Itaenga, no interior de Pernambuco, estão com apresentações confirmadas.

Às vésperas de completar 14 anos de trajetória na cultura popular pernambucana, no próximo dia 08 de março – Dia Internacional da Mulher-, o Maracatu Feminino Coração Nazareno, da Associação das Mulheres de Nazaré da Mata (Amunam), promete fazer um belíssimo Carnaval neste ano. O grupo, composto por mais de 70 componentes, dos 05 aos 80 anos, deve percorrer ao longo da folia de momo, várias cidades de Pernambuco, já a partir desta sexta-feira (24/02). 

Ao todo, cinco cidades pernambucanas estão com apresentações confirmadas para receber o Maracatu de Baque Solto Coração Nazareno. São elas: Recife e Olinda, na Região Metropolitana; e São José da Coroa Grande, Nazaré da Mata, Vicência, Buenos Aires e Lagoa de Itaenga, no interior de Pernambuco. 

Nesta sexta-feira, primeiro dia da agenda de Carnaval, o grupo se apresenta na cidade de São José da Coroa Grande, a partir 15 horas, no polo municipal. Já no domingo, (26/02), a partir das 14h, será a vez da cidade de Buenos Aires, na Zona da Mata Norte. 

Como de tradição em todos os anos, à segunda-feira de Carnaval, dia (27/02), o grupo abre o tradicional Encontro dos Maracatus de Baque Solto, em Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte, às 8h, na Praça João XXXIII. Em seguida, o maracatu segue para cidade vizinha de Vicência, onde se apresenta às 10h. De lá, vai para cidade de Olinda, na Região Metropolita, onde faz apresentação no bairro do Varadouro, às 18h. 

E, no último dia de Carnaval, na terça-feira (28/02), o Maracatu Coração Nazareno realiza show na cidade de Lagoa de Itaenga, às 8h, no centro da cidade. Encerrando a agenda de apresentações, às 18h30, no bairro do Ibura, em Recife.

Assessoria
 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-