terça-feira, 27 de setembro de 2016

Política: Polícia investiga desaparecimento de candidato a vereador em Vicência

Márcio Fontes (PSDB) não é visto desde segunda-feira (26), segundo tios. Família acredita que sumiço tenha ligação com disputa política na cidade.

A Polícia Civil de Pernambuco investiga o desaparecimento do candidato a vereador Márcio Rogério Araújo de Fontes (PSDB), 31 anos, que concorre a uma cadeira na Câmara Municipal de Vicência, na Mata Norte do estado. Segundo o boletim de ocorrência registrado na noite de segunda-feira (26) por familiares, na delegacia do município, o político sumiu após denunciar supostas irregularidades de concorrentes na corrida eleitoral.

Após a notificação do desaparecimento, a Polícia Militar (PM) realizou buscas e encontrou a moto e a carteira com documentos de Márcio nas proximidades de um engenho da cidade. "O candidato a vereador desapareceu ontem (segunda). Em que circunstâncias não sabemos. As investigações já começaram. Eu não posso dizer que tipo de investigação ou qual os elementos investigativos vamos empregar, até por que não sabemos as circunstâncias do sumiço", afirmou o delegado Von Rommel, responsável pelo caso.

A suspeita de que o sumiço possa estar ligado à disputa eleitoral ganhou força após os depoimentos de dois tios de Márcio. "Eles informaram que a vítima proferiu um discurso muito áspero, em que denunciava algumas irregularidades de candidatos adversários. Os familiares acreditam que tenha sido pela aspereza dos discursos que o candidato tenha sofrido esse atentado", completou Von Rommel.

O policial também informou que o celular do político não foi encontrado. "O aparelho não foi localizado, mas nós recuperamos o número e há possibilidade de realizar diligências para obtermos provas", ponderou. O delegado afirmou que qualquer informação sobre o caso pode ser passada à polícia através do telefone: 99501.4050.

Em nota, o PSDB afirmou que seu presidente, o deputado estadual Antônio Moraes, solicitou desde segunda (25) ao chefe de Polícia, Antônio Barros, a apuração rigorosa do caso. Barros já designou uma equipe do Grupo de Operações Especiais (GOE) para ir ao município. O texto diz que o partido espera todo o rigor na apuração e faz um apelo ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para que envie reforço policial nas eleições de Vicência, independentemente desse fato, considerando que o município já apresentou problemas em pleitos anteriores. "É importante que parta da justiça eleitoral uma providência preventiva", reforçou Antônio Moraes na nota.

G1

2 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-