quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Saúde: Plano para abrir mais alas na Hemobrás


Depois de uma série de escândalos envolvendo gestores da Hemobrás, que já teve três mudanças de presidente em oito meses, a empresa foi a primeira parada do ministro da Saúde, Ricardo Barros, em Pernambuco. Na última segunda-feira (15), o gestor chegou cedo à instituição para uma vistoria, em Goiana. Ficou acertado que a empresa apresentará um plano de investimentos, que se equacione a abertura de novas alas da instituição, que começou a ser construída em junho de 2010, em um terreno de 25 hectares.

De 17 prédios no pla­­no original, até agora, apenas um bloco está em funcionamento. O ministro ventilou que, diante do cenário fiscal complicado no País, a saída para a Hemobrás pode estar em estabelecer parcerias.
“É uma grande estrutura. Importante para o Brasil. Infelizmente, uma série de equívocos impediu que a Hemobrás tivesse melhores condições de prestar serviços em troca dos grandes investimentos que já foram feitos. Mas temos uma nova direção agora. Uma funcionária da Hemobrás na presidência. Estive lá em alguns trabalhos e visitei as instalações. Vamos concluir a parte de hemoderivados, pois é importante para que o Brasil tenha capacidade nessa área”, avaliou.

O ministro destacou que os hemoderivados são uma das áreas sensíveis do governo e que é necessário dar eficiência, otimização e qualidade na empresa. Contudo, não há previsão de aportes financeiros. Barros ainda esteve presente em evento promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais (LIDE), onde ressaltou que estratégias como o aperfeiçoamento dos sistemas de informação do SUS e a ampliação da mobilização de combate ao Aedes aegypti são medidas necessárias.

Investimentos

O Ministério da Saúde anunciou ontem R$ 112 mil para a construção de polos do programa Academia da Saúde nas cidades de Verdejante, Cabrobó, no Sertão, e Belo Jardim, no Agreste. As duas primeiras vão receber R$ 20 mil, e a última, R$ 72 mil. O repasse é um incentivo, devendo contar, também, com cofinanciamento dos estados e municípios.

FolhaPE

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-