terça-feira, 26 de julho de 2016

Na categoria Cultura Popular: Caboclinho União Sete Flexas de Goiana vence Prêmio Ariano Suassuna


Buscando fomentar e difundir os saberes e fazeres da Cultura Popular no Estado, o Governo de Pernambuco premiou, na última semana, 13 vencedores do 1º Prêmio Ariano Suassuna de Cultura Popular e Dramaturgia. Comandada pelo governador Paulo Câmara, a cerimônia de entrega da premiação, realizada no Teatro de Santa Isabel, no Recife, totalizou um incentivo R$ 151 mil, dividido entre dois segmentos e cinco categorias participantes. Inspirado na forte contribuição do escritor e homenageado, o concurso é uma iniciativa da Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). 

“Esse prêmio foi a forma que o Estado encontrou de agradecer por tudo que é realizado em prol da cultura de raiz, por tudo aquilo que não foi esquecido. No papel de governador, eu tenho o dever de dar continuidade ao trabalho de Ariano Suassuna e de tantos outros mestres que contribuíram e dedicaram sua vida à Cultura Popular”, pontuou o governador Paulo Câmara. “Como pernambucano, como brasileiro, acredito que qualquer homenagem a Ariano é pouco, perto de tudo que ele fez pela nossa cultura”, completou.

A primeira edição do Prêmio Ariano Suassuna registrou um total de 125 inscrições nos dois segmentos, sendo 70 para “Cultura Popular” e 55 para “Dramaturgia”. O primeiro incluiu as categorias “Mestres” e “Grupos”, das quatro macrorregiões: Metropolitana, Zona da Mata, Agreste e Sertão. Este segmento foi bonificado com valores de R$ 10 mil (Mestre) e R$ 15 mil (Grupos), cada. Já no segmento da Dramaturgia, que contou as categorias “Teatro de Formas Animadas”, “Teatro para a Infância e Juventude” e “Teatro Adulto”, os vencedores foram contemplados com R$ 10 mil (primeiros lugares) e R$ 7 mil (segundos lugares) para cada uma das três categorias.

O grupo Caboclinho União Sete Flexas de Goiana foi um dos vencedores do Prêmio Ariano Suassuna, na categoria Cultura Popular.

Fundado em 1991, pelo mestre Nelson, o Caboclinho União Sete Flexas de Goiana é um dos grupos mais importantes da Mata Norte de Pernambuco, onde mantém uma série de atividades, como oficinas de dança e bordados. A agremiação, cujo nome reverencia o Caboclo Sete Flexas, uma entidade da umbanda, se destaca pela forte marcação das pisadas, guiadas pelo compasso da preaça (arco-e-flecha de madeira). O Sete Flexas marca presença em vários polos do carnaval Pernambucano, e já ganhou várias premiações, nas mais diversas categorias do Concurso de Caboclinhos organizado pela Prefeitura do Recife. No carnaval deste ano foi campeão do grupo especial do Carnaval.

Fonte: Assessoria

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-