domingo, 1 de maio de 2016

Polícia: Alemão e esposa são presos por mandado de prisão na zona rural de Goiana

Policiais Civis da Equipe de Investigação da 44ª Delegacia de Goiana, sob o comando do delegado Thiago Uchoa, prenderam, na última semana, um casal em cumprimento de mandado de prisão e de posse de munições em Goiana, na Mata Norte de Pernambuco.

Segundo a polícia, o alemão e sua esposa foram presos após uma denúncia anônima no Sítio Alecrim, na zona rural da cidade. O acusado foi denunciado por ameaçar e agredir um jovem com cipó de boi, além de ser temido na região por portar arma de fogo e promover ameaças aos moradores locais. Os policiais seguiram ao local e conseguiram localizar o alemão e empresário Werner Johann Walter, de 59 anos, além de sua esposa, a Maria Patricia da Silva, que negaram a lesão corporal contra o jovem, apesar de confirmar que houve uma discussão com ele por conta de um pássaro em uma gaiola. Quanto a informação de estar armado, o alemão negou ser proprietário de alguma arma ou munição. Porém, com a autorização da esposa dele, uma revista foi iniciada em sua residência e no armário do banheiro foram localizados três carregadores de pistola 380 e 39 munições do mesmo calibre. Werner foi autuado em flagrante por posse ilegal de munição.

Ainda no local, foi descoberto que o alemão e a esposa estariam respondendo processo na 12ª Vara Criminal de Recife pela prática do artigo 242 do Código Penal e que tal juízo já havia expedido mandado de prisão em 2014 contra os dois.

Werner e Maria foram conduzidos para a Delegacia de Goiana, onde seguiram para a Cadeia Pública de Goiana e Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, no Recife, respectivamente, onde deverão permanecer à disposição da justiça.

1 Comentários:

Anônimo disse...

Goiana evoluindo e entrando na rota dos criminosos internacionais. Segundo crime que ocorre esse ano envolvendo europeus.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-