segunda-feira, 18 de abril de 2016

Polícia: Italiano suspeito de desaparecimento de amante é preso em Goiana

Homem teria sido flagrado com uma terceira mulher, o que motivou brigas. Vítima está desaparecida desde o dia 27 de dezembro de 2015.

Um italiano de 52 anos foi preso temporariamente no município de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, considerado o principal suspeito do desaparecimento de Josefa Cristina de Lima, conhecida por "Cris", mulher com quem mantinha uma relação extraconjugal há 3 anos, segundo a polícia. Desaparecida desde 27 de dezembro de 2015, a mulher, que seria garota de programa, sumiu após uma provável discussão com o homem.

A prisão foi solicitada pela delegacia do município na última quinta (14) para dar andamento às investigações, mas o prazo do cárcere se encerra na próxima terça (19). O caso foi divulgado nesta segunda (18). De acordo com o delegado Thiago Uchôa, responsável pelas investigações, a polícia já solicitou a prorrogação do prazo da prisão ou mesmo o recolhimento do passaporte do suspeito, identificado por Antonio Ingenito. O acusado foi recolhido para a Cadeia Pública de Goiana.

Segundo o delegado, Josefa teria descoberto que o italiano, casado, teria uma relação amorosa com uma terceira mulher. “Depois do flagrante, ela teria brigado com o homem e a outra amante. No dia seguinte, ela teria ido à casa dessa outra amante e as duas discutiram de novo”, explica.

Ainda segundo o delegado, a terceira mulher teria informado ao italiano da nova discussão. “Acreditamos que depois dessa segunda amante ter dito isso ao italiano, ele foi tirar satisfações com Josefa, já que ela possivelmente fez cobranças para que ele deixasse a mulher”, explica o delegado.

Segundo informações obtidas com exclusividade pelo Blog do Anderson Pereira, Josefa teria informado a uma colega que iria no local de trabalho do italiano - na obra da Feira, localizada no antigo Grêmio da Klabin, no centro da cidade, onde trabalhava como vigilante - pra tirar satisfação sobre os relacionamentos dele, contudo, após isso, ela não foi mais encontrada.

O responsável pelo caso informou que a Polícia também trabalha com a hipótese de que o suspeito teria marcado um encontro com a vítima no dia 26 de dezembro, véspera do desaparecimento. A família de Josefa só registrou a ocorrência na delegacia no dia 29 do mesmo mês. Ainda de acordo com Uchôa, não há registro de crimes cometidos pelo italiano no Brasil, mas há informações de que o estrangeiro teria envolvimento em casos de crimes contra o patrimônio na Itália.

“Pelo tempo que ela está desaparecida e por ela ser garota de programa, já trabalhamos com a hipótese de homicídio. Por isso, esperamos que a população também possa nos ajudar nesse caso”, salienta o delegado. Segundo Uchôa, informações a respeito do caso podem ser dadas à polícia através do número (81) 3626-8683 ou pelo Disque-Denúncia, no número (81) 3421-9595. O anonimato das testemunhas será garantido pelos policiais.
Com informações do G1

1 Comentários:

Nanal Movick disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-