sexta-feira, 1 de abril de 2016

Goiana: Funcionários da fábrica de cimento Itapessoca deflagram greve

Categoria protesta contra os atrasos de salário e PLR

Funcionários da fábrica de cimento Itapessoca Agro Industrial S/A, do grupo Nassau, deflagraram greve nesta quinta-feira (31), no município de Goiana, na Mata Norte de Pernambuco. Os trabalhadores decidiram iniciar uma greve por tempo indeterminado contra os atrasos de salário e do Programa de Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

Segundo informações dos trabalhadores, a decisão de entrar em greve foi tomada após várias reuniões com a empresa e nenhuma solução. A Nassau estaria devendo pelo menos quatro quinzenas e o pagamento em dinheiro da PLR do ano passado, que estaria sendo paga em sacos de cimento.

"Muitos pais e mães de família estão com suas contas vencidas e já começa a faltar comida em casa. Eles ainda querem ameaçar nos demitir caso não voltemos ao trabalho. A empresa ganhou muito dinheiro nos últimos anos e agora vem dar calote nos seus trabalhadores. Isso nós não podemos aceitar", relatou um funcionário da Nassau pelo whatsApp do Blog do Anderson Pereira.

Apoiado pelo sindicato da categoria, a maioria dos funcionários determinou pela continuidade da greve. O presidente do sindicato afirmou que uma representante da fábrica relatou que só poderia discutir o caso na próxima quarta-feira (06), e ainda teria ameaçado demitir todos os funcionários que não retornassem ao trabalho. O sindicato esclareceu que as demissões que ocorrerem durante o atraso de salário serão apreciadas positivamente pela Justiça do Trabalho a favor dos trabalhadores.

11 Comentários:

Anônimo disse...

Esse Grupo que matamos de fome, e ainda ameaca a demitir se nao voltar, e trabalho escravo sem receber e ainda ameacandp.

Anônimo disse...

demorrou em trabalhei nesta fabrica e tudo é verdade cade o ministerio do trabalho que não dar as cara por lá la falta tudo e um pouco mais quando trabalhei nesta empressa tirei ferias e voltei pra trabalhar sem recebido as ferias um grupo tao rico este grupo joão santo mais chegar a este ponto e lamentavel

Anônimo disse...

bom dia! sou funcionaria da itapesoca e quero dizer que estamos passando por uma situação muito difícil na fabrica pois estamos já a dois meses sem receber o nosso salario que da 4 quinzena e nem estamos revindicando aumento salarial nem beneficil que não temos direito como refeição nem vale alimentação pois temos que levar comida pro trabalho
ou seja almoço e janta dependendo do horário que pegamos, nos só queremos receber o nosso salario em dia, estamos sendo ameaçado de demição só por revindicar o noso direito pois todo trabalhador é digno do seu salario

Anônimo disse...

Sou funcionário da unidade Itapuí, na cidade de Barbalha-ce quero dizer que a situação ta quase a mesma muitos país de família já estão passando necessidade pois não tem como arcar com suas despesas.

Anônimo disse...

Fora os calotes dados aos fornecedores! Enquanto isso um dia diretores, vai de helicóptero de Recife a P. Pedras e vice versa. Cadê a justiça ??? A justiça parede Q é pra os pequenos e pobres, pois vive no bolso da diretoria da Nassau. Brandidos !

Anônimo disse...

Também sou funcionária dessa Fábrica e estou passando pelas mesmas dificuldades e angústias dos meus colegas, mas vejo que essa situação é circunstancial e generalizada. Muitas empresas estão passando por dificuldades e com a NASSAU não é diferente. Trabalho no Grupo João Santos a muitos anos e sei do respeito e consideração que sempre se teve com os funcionários. Acredito que essa situação se reverterá e que alguns funcionários, mesmo passando por essas dificuldades, ajudarão nesse processo de recuperação.

Anônimo disse...

Você não vai falar do protesto realizado hoje na sede do Escritório REcife parando a avenida Marquês de Olinda? Os funcionários da Itapessoca fizeram um lindo protesto que durou toda a manhã de hoje, com direito a apitos, faixas e cartazes.

Anônimo disse...

Todas as empresas do grupo João Santos, estão em séria crise financeira, enquanto isso sua diretoria continua sem dar solução para o problema.

Anônimo disse...

to com mainha e fios passando fome e os doto andanda de caminhazinho importado, nao pagas nada miseria essa febre. num tem comida nem fardamento so passa vergoia. agaba com as mordomia dos coroner e doutozinho

Anônimo disse...

Os donos andando de ferrari e helicopto

trabalhador disse...

estava ate pensando em entrar nesta empresa acho que vou desistir é melhor vender galeto mesmo..

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-