quinta-feira, 17 de março de 2016

Goiana: Fábrica da Jeep terá parque de energia em 22 meses

O Consórcio ATP Soluções em Energia LTDA/ Sadesul Projetos e Construções LTDA foi o vencedor do processo licitatório concluído pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (Sdec) e será o responsável pelas obras que vão garantir segurança no fornecimento de energia para o complexo industrial da Fiat Crysler Automobiles (FCA), em Goiana, na Mata Norte. O projeto, orçado no edital em R$ 75,99 milhões, será executado por R$ 71.500.857,46, segundo consta no Diário Oficial do Estado. Corresponde a um valor 5,9% menor. As obras devem começar em 120 dias e a previsão é que dure 18 meses.

Detalhadamente, o contrato prevê fornecimento dos equipamentos, materiais e serviços, (inclusive projetos executivos detalhados) para execução das obras de implantação das instalações para suprimento de energia à FCA com a linha de transmissão 230 Kilovolt (kV), de duas subestações (seccionadora 230 kV e transformadora), implantação de sistema de medição e adequações na subestação de Pau Ferro, pertencente à Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf).

O aporte na obra é do Governo do Estado, com parte das contrapartidas para instalação da fábrica. Segundo informações da Sdec, a fábrica de automóveis e as empresas fornecedoras têm sido atendidas pela linha de 69 kV, que passou a contar com oferta de 75 MVA. O sistema em funcionamento atualmente conta ainda com backup que evita interrupção no abastecimento caso ocorram incidentes na rede, atendendo plenamente a produção atual.

Energia

Especialista no setor energético, José Antônio Feijó explica que quanto maior a tensão da linha de transmissão, mais energia poderá ser transmitida por ela. “Para uso doméstico, basta 220 volts. Para grandes empresas, a energia demandada tem que vir de linhas de 69 kilovolts, como acontece atualmente com a Fiat”. Feijó ressalta que a linha de 230 kV dará robustez à empresa no momento em que ela pensar em ampliar sua produção.

FolhaPE

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião
dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog do Anderson Pereira.

 
-
-
Todos os direitos reservados à Anderson Pereira. Obtenha prévia autorização para republicação.
-